A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


07/07/2011 06:00

No samba

Jogo Aberto

No relatório sobre inspeção na Santa Casa, o deputado Lauro Davi não perdeu a oportunidade de fazer propaganda da Cassems, administrada por ele até o ano passado. Por 4 vezes ele citou a Caixa de Assistência dos Servidores Estaduais como exemplo de atendimento médico.

Ele citou o caso do Centro Médico de Ponta Porã, vendido para a Cassems, a situação precária em Paranaíba, “pois até a chegada da Cassems nem tomógrafo tinha” e Corumbá,onde o Pronto Socorro funciona com subsídios da dita cuja.

Os deputados aprovaram em primeira votação emenda que altera no texto da Constituição Estadual o termo “Pantanal Mato-Grossense” por “Pantanal Sul-Mato-Grossense”, um gesto diante da dificuldade de mudar o nome do Estado.

A deputada Dione Hashioka (PSDB) também conseguiu vingar, pelo menos no Legislativo, o projeto que obriga mototaxistas a adotarem um meio de higienização dos capacetes ou disponibilizarem tocas descartáveis para os clientes. Na mesma sessão, foi apresentado projeto que estabelece a higienização obrigatória de óculos 3D após cada sessão de cinema.

A deputada Mara Caseiro (PTdoB) teve aprovado também a reserva de no mínimo 5% das vagas de emprego para mulheres na área de construção de obras públicas. O detalhe é que já falta mão de obra masculina, que dirá a feminina, segundo avaliação do próprio empregador.

O deputado federal Edson Giroto (PR) foi o primeiro a sair em defesa pública de um dos nomes da lista tríplice para desen]mbargador do TRT em Mato Grosso do Sul. Ele assinou carta de apoio à indicação do advogado Hassan Hajj para o cargo.

“Hassan Hajj prestou relevantes serviços à sociedade e à classe dos Advogados. Sua escolha pela presidente Dilma Rousseff será importante por consolidar a história de um excelente profissional”, defendeu Giroto. Além de Hassan, que foi o mais votado, ainda disputam a vaga Nery Sá e Silva de Azambuja e Marco Antonio Ferreira Castello.

O Ministério Público entrou com ação para obrigar a prefeitura de Itaporã garanta atendimento diferenciado a alunos com necessidades especiais, inclusive, com livros adaptados com letras maiores, sob pena de multa de mil reais por dia.

Campo Grande não tem o carnaval dos mais animados, mas ainda dá sinais de sobrevida. Grupo de amigos decidiu lançar mais uma escola de samba na Capital, a "Deixa Falar" que estreia na folia de 2012.

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


O ilustre deputado Lauro Davi deveria, diante do caos reinante na Santa Casa, que de "BENEFICENTE" hoje resta somente o nome na razão social, intermediar negociações para que a CASSEMS passe a administrá-la. Talvez esta seja a solução para resolver o descontrole administrativo daquela tradicional instituição hospitar.
 
oscar mendes em 11/07/2011 11:38:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions