A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


05/07/2012 06:00

Cena engraçada

Jogo Aberto

Que situação

Na sessão desta quarta (4) um impasse arrancou risada no plenário da Assembleia Legislativa, enquanto o deputado Eduardo Rocha ocupava a tribuna nas explicações pessoais e fazia críticas ao PT.

A saia justa

Os dez minutos permitidos no regimento para ele ocupar acabaram e as críticas ao PT, mais especificamente ao deputado Cabo Almi, não haviam chegado à metade. Para continuar seu pronunciamento ele teve que pedir para o outro deputado da sequência das explicações. O detalhe é que o próximo era o petista Pedro Kemp.

Polidez

Kemp, educado, permitiu que o peemedebista continuasse seu discurso, contrário ao seu partido. Mas não deixou de graça e ocupou o microfone para sair em defesa do PT.

Boa ideia

Com pelo menos 51 candidatos a prefeito em Mato Grosso do Sul neste ano, o PMDB tem a expectativa de eleger pelo menos 38. Caso o plano dê certo, seria quase metade das prefeituras do Estado.

Democracia

Incomodado com os rumos que seu partido, o DEM, toma nas eleições deste ano, o deputado Zé Teixeira disse que não seguirá o partido em municípios nos quais não concorda com as alianças.

Voto declarado

Em Campo Grande, por exemplo, ele já declarou voto a Reinaldo Azambuja (PSDB), embora os democratas estejam com Edson Giroto (PMDB). “E ninguém vai me dizer o contrário”.

Livre arbítrio

Perguntado se o senador Delcídio do Amaral trabalhava a favor do PMDB em Três Lagoas, o deputado Eduardo Rocha garantiu que não, mas não conseguiu explicar bem. “Ele só liberou o pessoal dele para votar em quem quiser”. O PT apoia o vereador Ângelo Guerreiro (PSD) na disputa.

Toma lá da cá

E na guerra pública de palavras que se transformou a desavença entre Delcídio e Zeca, estão sobrando adjetivos. "Isolado, desagregador, passional" foi como o senador traduziu Zeca em seu twitter.

Andamento processual

No dia 13 de agosto, vão ser ouvidas testemunhas do crime de trânsito que provocou comoção no fim de maio em Campo Grande, a morte do segurança David Del Valle, 31 anos. Parado no sinal, ele foi atropelado pelo veículo conduzido pelo estudante de Direito Richard Ildivan Gomide de Lima, de 23 anos.

Onde está

Richard segue preso desde o dia do acidente. Ele está no Centro de Triagem, em Campo Grande, onde foi notificado esta semana da audiência para ouvir a acusação.

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions