A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/04/2014 06:00

CPI muda relatório para ser mais dura com Homex

Marta Ferreira

Ignorados – Após mais de 8 meses, vai ser lido nesta segunda-feira o relatório da CPI da Homex, aquela construtora mexicana que veio para Campo Grande com a proposta de criar milhares de empregos e oferecer casa própria para a baixa renda. Mesmo com prorrogações e com tantos meses de duração, a CPI jamais conseguiu ouvir os diretores da empresa.

Desrespeitados – Para o relator da CPI, Carlos Augusto Borges (PSB), a atitude dos representantes da Homex no Brasil foi de desrespeito com a Câmara dos Vereadores, que chegou a entrar na Justiça, lembra, para tentar obrigar alguém da construtora a prestar depoimento. Carlão, como é conhecido o parlamentar, disse que chegou a tentar ouvir representas da empresa mexicana em São Paulo, sem sucesso.

Mudanças – O relatório a ser lido amanhã tem cerca de 90 página e estava pronto fazia cerca de 20 dias, até a semana passada, quando foram determinadas mudanças, conforme o relator para tirar um “tom brando”. A intenção maior, revelou Carlão, é apontar caminhos que possam responsabilizar alguém pelo fracasso dos investimentos da construtora que foi tão esperada.

Anexo – O vereador Ayrton Araújo (PT) já avisou que deve apresentar um adendo ao relatório da CPI. Nele, pretende questionar as convocações para depoimento que foram feitas durante os oito meses de duração da comissão. A leitura do relatório está marcada para as 14h.

Esquecidos – Índios que vivem há cinco anos em barracos na saída para Três Lagoas, em Campo Grande, até convidaram, ontem, autoridades para uma sonelidade ainda alusiva ao Dia do Índio. Ninguém apareceu. O cacique da comunidade, Vânio Lara, até tentou encontrar algum representante do Poder Público, pedindo no microfone que as autoridades que “não estivesse vendo” se apresentassem. A resposta foi um silêncio e a ausêndia mais sentida foi do prefeito Gilmar Olarte (PP), que havia confirmado presença, inclusive para a imprensa.

Contramão – Enquanto os católicos de Campo Grande relembravam, ontem, a passagem pela cidade de João Paulo II, agora canonizado santo, o senador Delcídio do Amaral, salientava, nas redes sociais, a importância do outro papa tornado santo no mesmo dia, João XXIII. Depois de afirmar que, apesar de todo o “carinho e respeito” por João Paulo, o petista classificou o outro pontíficie de “fundamental” para a Igreja. Delcídio anexou à postagem o link de uma notícia que lembra os momentos importantes dos dois novos santos, entre eles a convocação, por João XXIII, de um concílio ecumênico da Igreja, na década de 1960, considerado um dos mais importantes já realizados. Foi nesse concílio que foi abolida a obrigatoriedade do latim nas missas.

Anunciante – Chegava a ser pitoresco o panfleto distribuído no conjunto Ramez Tebet, neste domingo (27) de eleição para a associação dos moradores. Junto com o nome dos apoiadores de uma das candidatas, entre eles três mercados, um salão de beleza e uma empresa de manutenção de computadores, estava o nome do vereador Ademir Vieira Junior (PSD), o Coringa, com destaque. A participação dele, aliás, gerou polêmica, como mostrou reportagem do Campo Grande News neste domingo.

Emperrou– Quem frequenta a loja da rede de farmácias São Bento na esquina da avenida Ceará com a rua Amazonas, em Campo Grande, sai de lá sempre com uma pergunta na cabeça: quando fica pronta a obra que está sendo construída ao lado. Os trabalhos já duram bastante tempo, mais de ano, sem dar sinal de término.

Por outro lado – A dúvida fica maior ainda quando se lembra das lojas da Drogasil, rede que chegou em Campo Grande em 2012 e  desde então, já são 10 lojas, que parecem brotar do chão de um dia para o outro. O grupo também trouxe, recentemente, uma loja da Droga Raia e pretende inaugurar mais duas. Tudo a uma rapidez que desconcerta a concorrência.

Aviso – Perto da metade dos mais de 350 mil contribuintes de Mato Grosso do Sul que precisam declarar Imposto de Renda ainda não haviam enviado o documento até sexta-feira. Os que deixaram para última hora podem esquecer o período da madrugada para o procedimento: entre uma 1 e 5 horas, no horário de Brasília, a Receita Federal fecha o site para recebimento de declarações, para que seja feita a manutenção.

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions