A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


14/06/2011 06:00

Carona

Jogo Aberto

Diante o impedimento do deputado Antonio Carlos Arroyo de presidir a sabatina aos candidatos a vaga de conselheiro do TCE (Tribunal de Contas do Estado), já que é presidente da CCJR (Comissão de Constituição e Justiça), mas também interessado na vaga, a briga foi para não substituir o deputado na presidência da sessão.

O primeiro a declinar foi o deputado Márcio Monteiro, que por conta da idade seria o 1º substituto de Arroyo. Como é primo da senadora Marisa Serrano, ele pediu para não presidir a CCJR. Na dúvida de quem era o próximo mais velho, o presidente da Assembleia, deputado Jerson Domingos (PDMB) questionou os demais membros da comissão.

Marquinhos Trad afirmou que por sua aparência jovem não seria ele. Logo pensaram no deputado careca, Júnior Mochi, que também negou a idade e falou que é 4 meses mais novo que o deputado Pedro Kemp (PT), que foi escolhido como novo presidente.

Ao brincar sobre sua "careca", o deputado Junior Mochi (PMDB) teria oprimido os colegas de parlamento cabeludos. "Dizem que inteligência e cabelo não cabem na mesma cabeça". Após a afirmação, o deputado Diogo Tita (PPS) soltou ter testemunhado o primeiro caso de bullying na Assembleia contra os cabeludos Professor Rinaldo (PSDB) e Paulo Duarte.

Ao se atrasar por cerca de quase uma hora para assinatura de liberação dos recursos do FIC (Fundo Incentivo a Cultura), o governador André Puccinelli afirmou que estava recebendo pessoas de outros poderes pedindo dinheiro.

Quem foi visto saindo da governadoria foi o presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). O governador afirmou que o Judiciário pediu mais recursos para poder se adequar as mudanças impostas pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça), com horário de atendimento integral novamente.

Ao ver o ator David Cardoso entre o contemplados do FIC para projetos de audiovisual, o governador lançou: "Óh, só não vai fazer aqueles filmes pelados". O agora cineasta respondeu que já parou com isso há muito tempo. O governador retrucou falando que, também, com a idade dele, David não poderia mais fazer os mesmos filmes. David ainda comentou: "comecei com a Vera Fischer e terminei com a Dercy Gonçalves"

O ex-presidente da Acrissul, Laucídio Coelho Neto, disparou críticas contra o atual presidente da entidade, Francisco Maia, que concorre à reeleição. Laucídio afirmou que Maia fugiu dos padrões da entidade ao se arriscar ao fazer críticas políticas, que não condizem com os objetivos da Acrissul, o que desagradou os associados.

Laucídio afirmou que se não fosse a ousadia política (Maia apoiou Zeca do PT nas últimas eleições), a administração dele, que foi considerada "regular", poderia ter chances em uma nova eleição. Ele afirmou que vota no candidato da oposição, José Lemos Monteiro.

Depois do deputado federal Vander Loubet (PT) tentar lucrar a custos de retroescavadeira comprada em São Gabriel do Oeste, a prefeitura do município fez nota para dizer que o equipamento foi adquirido com recursos próprios, ao contrário do que tem divulgado assessorias do parlamentar.

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


A frase verdadeira dita pelo Deputado Júnior Mochi foi "Dizem que inteligência e cabelo não cabem na mesma cabeça", justificando a sua careca.

 
Antonio César em 14/06/2011 08:27:08
Quero ver a listagem com os 18 nomes assinados apoiando candidato. E também ver o "placar" da eleição. Caso contrário terá parlamentar que ficará muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mal perante o povão. Isso sim é que quero ver.
 
Orlando Lero em 14/06/2011 06:27:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions