A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 15 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/08/2012 06:00

Folha mais modesta

Jogo Aberto

Caiu

Depois de vencimentos individuais que passaram de R$ 350 mil em junho e provocaram espanto, a folha de pagamento divulgada pelo Tribunal Regional do Trabalho para julho foi bem menos escandalosa. O maior valor, conforme a lista disponível no site do Tribunal, é de R$ 25 mil.

Maldição

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), definiu o lixão como uma “herança maldita” em sua administração, mas garantiu que o problema será resolvido até o final do ano.

Expert

Trad também comentou que se transformou num especialista em chuvas por conta dos estragos provocados na cidade ao longo de seus oito anos de mandato. “Se alguém precisar de consultoria pode me chamar”.

Filosofia

Perto do encerramento de seu mandato, o prefeito contou a sensação de assistir os adversários na corrida à Prefeitura depois de vencer as duas eleições em primeiro turno. Segundo ele, é preciso silenciar diante das acusações. “Não vou mostrar o ouro ao bandido”, comentou.

Cutucão

O peemedebista aproveitou para defender as licitações do lixo e do transporte coletivo que estão em andamento, criticando os vereadores Athayde Nery, candidato a vice de Reinaldo Azambuja, e Marcelo Bluma, que disputa a Prefeitura pelo PV. “Quem foi vereador zeloso e teve condição de acompanhar, acompanhou. Quem não fez agora vai ficar falando”.

Bom senso

O governador André Puccinelli (PMDB) elogiou os candidatos às eleições municipais na Capital neste ano. Nenhum apareceu no desfile cívico que marcou as comemorações ao aniversário da cidade no último domingo (26). “Eles estão certos em não vir”.

Desfile de tipos

O horário eleitoral na tv, em alguns momentos, tem jeito de programa de humor. Tem até candidato declarando amor à mulher, caso do Júlio do PSDB, que chega a chamar a mulher de "amorzinho".

Minorias

Entre os representantes dos deficientes, além de um cadeirante, há um surdo, Samuel, que faz todo o horário eleitoral em Língua Brasileira de Sinais.

Olhar distante

A escolha da foto que ilustra os cavaletes de propaganda do tucano Reinaldo Azambuja está sendo motivo de indagação. Atento ao processo eleitoral, o ex-deputado Youssif Domingos escreveu que tem carinho e respeito por Azambuja, mas não entendeu a foto, pouco tradicional, em que o candidato não está olhando para quem observa a propaganda.

Desânimo

Quando foi eleito para a presidência do Jockey Club de Campo Grande, no ano passado, o empresário Jamil Name tinha a ideia de retomar as corridas de cavalo do passado. Esta semana, ao ser indagado, não quis nem falar do assunto.

#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...
O ato falho de Odilon ao anunciar apoio
Tropeço – No ato em que recebeu apoio do MDB na disputa pelo governo estadual, Odilon de Oliveira (PDT) também aproveitou para declarar seu apoio a J...
Deputada não reeleita critica regras
Justificativa - A deputada Mara Caseiro (PSDB) comentou ontem na Assembleia Legislativa que não se elegeu pelas regras da legenda, já que sua votação...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions