A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


03/10/2014 06:00

Governador já definiu em quem votar neste domingo

Edivaldo Bitencourt

Vale tudo – Apesar de estar em campo oposto na campanha eleitoral, Jerson Domingos justificou como “enxerimento” sua visita rotineira a André Puccinelli, ambos do PMDB. O deputado apóia o petista Delcídio do Amaral e o governador faz tudo para derrotar o tucano Reinaldo Azambuja.

Vai entender – Parlamentar, que esteve hoje com o governador, garante que ele quer liquidar a eleição no primeiro turno. "Com meia dúzia de telefonemas, ele consegue 60 mil votos. E isso faz a diferença", confidencia. O candidato do PMDB é Nelsinho Trad, que segundo as pesquisas é o terceiro colocado.

Magoa - André Puccinelli culpa os marqueteiros de Nelsinho Trad pelo seu afastamento da campanha do ex-prefeito. Ele diz que não vai “rodar bolsinha” para aparecer. No horário eleitoral, o governador só apareceu pedindo votos para os candidatos da chapa proporcional.

Distantes - O governador está esperando a resposta de Nelsinho Trad sobre a proposta de irem juntos, incluindo-se Simone Tebet (PMDB), votar no domingo. No entanto, está desanimado. Ele acha que, por recomendação dos marqueteiros, isso não vai acontecer.

Cola eleitoral - Aos mais próximos, André Puccinelli revela a lista dos candidatos que terão seu voto no domingo. Para presidente, Dilma Rousseff (PT), governador, Nelsinho, senador, Simone, deputado federal, Tereza Cristina (PSB) e estadual Antonieta Amorim (PMDB).

Continua - A romaria continuou ontem na Governadoria, no Parque dos Poderes. A fila foi liderada pelo ex-vereador de Campo Grande, Waldemir Poppi, Iara Costa (PHS) e Beth Félix (PTdoB). Todos foram buscar “a benção” do governador.

Maior colégio – Os três candidatos a governador vão priorizar Campo Grande no encerramento da campanha no sábado. Delcídio do Amaral promete uma caminhada com aliados no Centro. Nelsinho e Reinaldo estão organizando carreatas para mostrar força e conquistar o eleitor de última hora.

PesquisasCandidatos estão apostando na divulgação das pesquisas sobre a eleição para o Governo. Azambuja prefere divulgar aquelas em que apontam o adiamento da decisão no segundo turno. Delcídio luta para liquidar domingo. Nelsinho não tem pesquisa, mas aposta na militância pelo segundo turno.

Emoção – O encerramento do horário eleitoral dos candidatos a governador de Mato Grosso do Sul foi marcado pela emoção. Delcídio apresentou propostas e prometeu ser o melhor governador do Estado em caso de eleição. Azambuja prometeu promover a mudança de verdade. Nelsinho usou a administração na Capital para conquistar o eleitor.

Inimigo – O prefeito da Capital, Gilmar Olarte (PP), deve acatar pedido do governador para ajudar a eleger Simone Tebet (PMDB). Neste quesito, a briga é pessoal, já que ajudará a impor a derrota a Alcides Bernal (PP). O ex-prefeito também propaga que derrotando a peemedebista atingirá Puccinelli.

(colaborou Ludyney Moura)

Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions