A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


20/06/2017 06:00

No DF, Marquinhos tenta liberar recursos para projetos parados

Marta Ferreira

Correndo atrás- Com viagem marcada para Brasília nesta terça-feira (20), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que vai pedir liberação de verbas e projeto parados nos ministérios.

Destravando - Durante sua visita, Trad espera destravar as obras do Ceinfs (Centros de Educação Infantil) que estão paradas e da UBSF (Unidade Básica de Saúde da Família) do bairro Arnaldo Estêvão de Figueiredo.

Comitiva - Junto com Marquinhos, também vão a Brasília a secretaria de Cultura e Turismo, Nilde Brum, e a responsável pela Central de Projetos, Catiana Sabadin.

Compromisso - Nesta segunda-feira. o prefeito tinha um encontro marcado para as 9h para a discussão do Plano Diretor, mas com agenda lotada ele chegou quase 11h e recebeu um "puxão de orelha" dos participantes. Um do presentes agradeceu o prefeito pela oportunidade, mas pediu pontualidade nos próximos encontros.

Eu não – Ao contrário do presidente da República, Michel Temer (PMDB-SP), que vai processar Joesley Batista, dono do grupo J&F, por acusações feitas em entrevista à revista Época, o deputado federal Zeca do PT afirma não ter intenção de entrar com ações judiciais contra o empresário.

Provas – “De maneira alguma, falar até papagaio fala. O ônus da prova cabe a quem acusa”, respondeu Zeca, ao ser questionado sobre a possibilidade de entrar com um processo. Segundo Joesley, o ex-governador do Estado foi quem inaugurou o sistema de cobrança de propina em troca de incentivos aos frigoríficos JBS.

Não conhecia – Zeca alega que só conheceu Joesley em 2010, quando já estava fora do governo há 4 anos, e foi convidado para ir a São Paulo (SP) tratar da campanha ao governo do Estado. O petista relatou que o JBS teria doado R$ 1 milhão à executiva nacional do Partido dos Trabalhadores, que repassou o valor à sua campanha.

Quem fica? - O ministro do STF (Superior Tribunal Federal) Edson Fachin, intimou o deputado federal Vander Loubet (PT) a prestar esclarecimentos sobre quem são os advogados que o representam no inquérito 3990 – que trata de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e ocultação de bens. De acordo com os autos, advogados diferentes manifestaram-se no mesmo processo, em datas coincidentes em defesa do investigado.

Ciúmes – Reportagem do Fantástico sobre o corredor do tráfico em Mato Grosso do Sul provocou reclamações na Polícia Militar Rodoviária Estadual. O problema é que o material, longo, só falou das ações das forças federais.

Motivo – Entre os policiais, a queixa é de que o material ficou incompleto, por não informar ao público que a polícia estadual apreende quantidades expressivas. Faz sentido, pois o braço da PM destinado ao policiamento das rodovias patrulha mais de 10 mil km pelo estado todo, incluindo as chamadas rodovias usadas como ‘cabriteiras’ pelas quadrilhas.

Presa em operação adora posar com vereadora
No hospital - O empresário e ex-candidato a deputado estadual pelo PTC, Antônio João Hugo Rodrigues, deu um susto na família na noite de segunda-feir...
Picarelli queria TV, mas deve levar assessoria
Outra rota – Radialista e apresentador de TV, Maurício Picarelli (PSDB) teve o nome lembrado para a Fertel, fundação que comanda a TV Educativa e a r...
Cultura tem “concorrência” entre ex-secretário e suplente
A fila anda – Athayde Nery (PPS) havia descartado assumir a Fundação de Cultura do Estado, depois que a Secretaria de Cultura e Cidadania foi extinta...
Bloqueio de celular pirata não emplaca no presídio
Piratas 100% - Aqui em Mato Grosso do Sul, 1,9 mil celulares piratas já foram bloqueados este ano pela Anatel, mas nada dá jeito nos aparelhos que co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions