A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


06/10/2016 06:00

No recado da urna, a diferença entre reality e realidade

Waldemar Gonçalves

Reality não é realidade – Não foi só Priscila Pires (PMDB) que se deu mal nas urnas este ano. Como lembra o colunista Maurício Stycer, do Uol, ‘reality’ não é realidade, ou seja, é preciso muito mais do que aparecer na TV para embrenhar-se na política, e todos os ex-quase-famosos de programas televisivos que disputaram as eleições de domingo fracassaram.

Só derrotas – Entre ex-BBBs e ex-A Fazenda, foram sete derrotados Brasil afora. Priscila recebeu 691 votos em sua tentativa de se tornar vereadora em Campo Grande. A eleita menos votada foi a enfermeira Cida Amaral (PTN), com 1.929.

Histórico – Mato Grosso do Sul já tem histórico de ex-BBB tentando virar político. Em 2014, Rafael Cordeiro, vencedor do programa dois anos antes, lançou-se deputado estadual. Obteve 13.726 votos e não foi eleito. Este ano, preferiu não tentar cargo público em sua cidade natal, Aral Moreira.

Confiança – É praticamente consenso na Câmara Municipal de Campo Grande que a relação dos vereadores com o Executivo será mais harmoniosa na próxima legislatura. Para o vereador Livio Viana de Oliveira, o Dr. Livio (PSDB), se sua correligionária Rose Modesto vencer será aspecto importante neste sentido. “Estamos confiantes na vitória no segundo turno”, afirmou o vereador reeleito, na sessão de terça-feira.

Hegemonia – Se for levar em conta a força das bancadas, não há dúvidas de que a vitória da candidata tucana traria uma relação mais amigável entre Câmara e Prefeitura. O PSDB foi o partido que saiu mais fortalecido das eleições de domingo, com sete cadeiras na casa de leis a partir de 2017.

Impossibilitado – Como estava preso, o ex-prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PROS), perdeu o prazo para se defender em um dos processos a que responde. Neste caso, é a ação de improbidade por irregularidades no aterro de entulho, na Capital. A Justiça já havia comunicado que o prazo de manifestação estava esgotado.

Agora solto – Mas, como agora está em liberdade, Olarte, por meio de sua defesa, se manifestou à Justiça atribuindo a falta de manifestação à prisão, que durou 42 dias. O pedido é para que seja concedido novo período e, agora livre, ele possa responder e se justificar na ação.

Segundo turno na Assembleia – A disputa do segundo turno em Campo Grande chegou à Assembleia Legislativa, com confrontos entre apoiadores de Rose Modesto (PSDB) e Marquinhos Trad (PSD). A casa estadual de leis, que andou "tranquila" durante boa parte da campanha, tornou-se um dos focos da disputa.

CPI – Uma CPI pode ser criada em pleno segundo turno para investigar contratações de funcionários na Assembleia Legislativa. O assunto veio à tona depois que Athayde Nery (PPS), na disputa do primeiro turno, questionou o concorrente e deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) sobre o fato de ter conseguido cargo no parlamento anos antes.

Volta à casa – Com o fim das eleições no interior do Estado, os então candidatos a prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) e Renato Câmara (PMDB) estão em pleno trabalho na Assembleia. O tucano mais feliz, já que foi eleito prefeito de Três Lagoas. Já Câmara perdeu a disputa em Dourados e deve se concentrar no seu mandato legislativo.

(com Leonardo Rocha, Richelieu de Carlo e Mayara Bueno)

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions