A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 24 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


23/08/2012 06:00

O dia seguinte

Jogo Aberto

Esfriou?

Depois de muito bate-boca e discussão na terça-feira (21) na Assembleia Legislativa por conta da divulgação de um vídeo de uma reunião política com a presença do governador André Puccinelli, a sessão de ontem (22) foi de plena calmaria, contrariando as expectativas.

Tudo bem

O candidato do PP, Alcides Bernal, e o deputado Eduardo Rocha, líder do PMDB na Casa, que protagonizaram a troca de farpas, estiveram em plenário, mas a campanha eleitoral nem foi lembrada.

Bola pra frente

Em entrevista nos corredores, Rocha disse que o candidato do seu partido na Capital, Edson Giroto, deve seguir sua campanha sem responder aos ataques dos adversários.

Propostas

“O Giroto tem é que continuar apresentando propostas, coisa que os adversários não fazem porque acho que não têm”, criticou, voltando a defender que o vídeo foi gravado numa reunião política dentro do diretório do PMDB e que não há irregularidades no que as imagens registraram.

Direito de resposta

A Justiça Eleitoral acatou pedido e concedeu direito de resposta ao candidato Edson Giroto em virtude de declaração de Alcides Bernal, concedida em entrevista à rádio FM Capital no último dia 15. Ao vivo, o progressista insinuou que a campanha peemedebista está contratando “milhares de pessoas” e que o dinheiro “está sendo utilizado para tentar convencer nossa população a votar num candidato governista”.

Continua

“Não é dinheiro deles é dinheiro que faz falta na saúde pública”, prosseguiu o candidato, na ocasião. A decisão foi emitida na terça (21) e assegura que a emissora foi notificada para cumprir o direito de resposta.

Ensino

Projeto de lei, que começou a tramitar na Assembleia Legislativa nesta semana, visa reconhecer os diplomas em Mato Grosso do Sul de pós-graduação feitas nos países do Mercosul.

Melhoria

A proposta atende reivindicação de estudantes que concluíram estes cursos em países como Paraguai e Argentina e não conseguem aproveitar os títulos em carreiras públicas estaduais.

Sem lei

O caos no trânsito de Campo Grande, com motoristas mal-educados, que desconhecem a legislação, aliados aos motociclistas irresponsáveis, está sendo reforçado, dia-a-dia, pela ausência de fiscalização. Agentes da Agetran e PMs da Ciaptran são raridades na cidade.

Pândega ruidosa

A Capital, com menos de 800 mil habitantes, ruas e avenidas largas, vê no seu cotidiano, congestionamento, longas filas (duplas, triplas...), fechamento de cruzamentos, situações inerentes às grandes metrópoles, que aqui chegaram cedo e parecem ter fincado raízes.

Improvisos endiabrados

As intervenções no trânsito, quando acontecem, têm sido para aumentar o caos ou, na melhor das hipóteses, para confundir. Exemplos estão nas ruas Joaquim Murtinho e Ceará. Num trecho de pouco mais de mil metros, rotatórias infernizam a paciência do motorista.

Gaeco tem suspeita de vazamento
Desconfiança – O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado), responsável pela investigação que aponta envolvimento de policiais militare...
DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions