A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


15/01/2019 06:00

Picarelli queria TV, mas deve levar assessoria

Ângela Kempfer

Outra rota – Radialista e apresentador de TV, Maurício Picarelli (PSDB) teve o nome lembrado para a Fertel, fundação que comanda a TV Educativa e a rádio 104 FM. Contudo, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não aceitou a troca na direção da estatal.

Perto de casa - Mesmo assim, o ex-deputado estadual não deve ficar sem cargo e nem longe da Assembleia. Nos bastidores, é dada como certa a nomeação de Picarelli para cargo de assessoria na Casa, possivelmente na comunicação.

Quase lá – Pedro Chaves (PRB) deixa o mandato no Senado em 31 de janeiro e, logo depois, deve assumir o Escritório de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos do Estado em Brasília.

Festejando - A indicação, discutida desde novembro, ganhou cores de quase certa nesta segunda-feira (14), após reunião entre o senador e Reinaldo Azambuja, em Campo Grande. “O resultado do encontro foi muito positivo, em breve divulgarei mais detalhes”, sintetizou Chaves.

Velhas histórias - O Tribunal do Júri volta ao trabalho nesta terça-feira em Campo Grande já com um caso de violência contra a mulher. Homem será julgado por tentativa de assassinado contra adolescente de 16 anos no ano passado.

Mesmas justificativas - Ele chegou a atirar na menina que ainda hoje tem sequelas. Ficou com o lado direito do rosto parcialmente paralisado e com uma cicatriz ao lado do olho, por onde a bala teria passado. Como sempre, a justificativa apresentada pela defesa foi de que ele reagiu ao ver a vítima abraçada com outra pessoa.

Veterano - Delegado com história em Mato Grosso do Sul vai assumir a principal superintendência regional da Polícia Federal no Brasil. Lindinalvo Alexandrino de Almeida Filho, foi escolhido para assumir a instituição em São Paulo. É o segundo posto na hierarquia da Direção-Geral da corporação, em Brasília.

Das antigas - Dr. Filho, como é conhecido, começou em 1987, na Delegacia da Polícia Federal de Ponta Porã, em tempos de toque de recolher na fronteira com o Paraguai. Depois, participou diretamente de inúmeras operações no combate ao tráfico de drogas e ao contrabando.

Armados - Deve ser assinado hoje decreto do presidente Jair Bolsonaro que flexibiliza a posse de armas, uma das principais promessas de campanha dele. Mas para quem ainda tinha esperança de oficializar o que já ocorre muito pelas ruas de Campo Grande, o decreto refere-se exclusivamente à posse de armas, não dará o direito a andar com a arma na rua ou no carro.

Duradouro - A assinatura do decreto será logo depois da reunião ministerial, uma tradição criada por Bolsonaro nas manhãs de terça-feiras, que começa às 9h (horário de Brasília). Para ter a posse, serão exigidos bons antecedentes criminais e a aprovação do requerente em teste psicológico. O decreto também deve aumentar para 10 anos o prazo para renovação do registro de arma de fogo.

 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions