A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


12/09/2014 06:00

PMDB define estratégia para aliados mostrarem Nelsinho Trad

Edivaldo Bitencourt

Urna lacrada – O Tribunal Regional Eleitoral concluiu o lacre das urnas eletrônicas e incluiu o nome do prefeito cassado Alcides Bernal (PP). Como o sistema não pode mais ser alterado, ele será votado em outubro.

Barulho – Bernal ainda depende do julgamento do Tribunal Superior Eleitoral para ser considerado carta fora da disputa deste ano. Ele vem ocupando o horário eleitoral para usar cada segundo no ataque aos adversários políticos. Se a candidatura for indeferida em Brasília, os seus votos serão nulos.

Não foi dinheiro – O deputado Osvane Ramos (PROS) mudou o discurso, ontem, sobre a desistência da reeleição. Ele alega, agora, que o problema não é financeiro, mas político. A renúncia ocorreu mesmo após a arrecadação de R$ 351 mil, uma das maiores entre os concorrentes a uma vaga na Assembleia Legislativa.

Estratégia – O Tribunal de Contas do Estado vai definir o novo presidente só após as eleições deste ano. A corte fiscal vai eleger o sucessor de Cícero de Souza sabendo quem é o novo governador de Mato Grosso do Sul.

Oportunidade – A Câmara Municipal de Campo Grande será palco de uma palestra sobre direitos do consumidor nesta sexta-feira. O superintendente do Procon, Alexandre Rezende, será um dos palestrantes. O evento acontece a partir das 8h30.

LulaCandidatos a deputado do PT ficaram irritados com o “bolo” levado do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Eles ficaram horas esperando a chegada da estrela petista, que seguiu para o ato público em uma grande carreata, mas por outro caminho. A falha é grave.

União – O PMDB reúne os prefeitos nesta sexta-feira para definir a estratégia e levantar a moral da galera na reta final das eleições deste ano. O principal objetivo é dar um gás na candidatura de Nelsinho Trad (PMDB), candidato a governador.

Vestir a camisa – Um dos destaques do encontro das lideranças do PMDB será a cobrança para os filiados vestirem a camisa do candidato a governador. Enquanto os adversários exibem orgulhosamente a foto dos candidatos Delcídio do Amaral (PT) e Reinaldo Azambuja (PSDB), os peemedebistas e aliados não mostram o mesmo entusiasmo por Nelsinho.

Grande ato – O PMDB planeja realizar na segunda-feira, dia 15, atos de apoio a Nelsinho em todos os municípios de Mato Grosso do Sul. Onde não tiver prefeito aliado, os peemedebistas vão buscar líderes da oposição para encher o palanque e mostrar força para chegar ao segundo turno.

Uma favela – Após resolver o problema da Favela Cidade de Deus, o prefeito Gilmar Olarte (PP) enfrenta um novo desafio: a ameaça dos moradores da Portelinha. Eles exigem a religação da luz para não iniciar uma onda de invasões nas casas das Emha em construção na região. Apesar da favela ser diferente, o problema é o mesmo: os gatos de energia.

(colaboraram Ludyney Moura e Filipe Prado)

Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...
Clima de campanha não poupa nem festões
Todo lugar - O clima de campanha, neste segundo turno polarizado, não deixa escapar nem os casamentos. Durante festa no sábado no bufê Murano, na Ave...
#FicaTemer: governo vai deixar saudades, avalia Marun
#FicaTemer – A hastag bombou nas redes sociais impulsionada por eleitores que fazem oposição ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e o ministro ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions