A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/08/2016 07:00

Sangue, féu e traqueia de boi vão virar remédios em MS

Waldemar Gonçalves

Sangue de boi – Projeto da JBS prevê investimentos de R$ 1 bilhão no aproveitamento do sangue, do féu e da traqueia do gado na produção de medicamentos.

Especialistas – A indústria, que só na área graduada vai gerar 600 empregos, será incorporada a unidade de Campo Grande. O anúncio oficial está agendado para o fim do ano.

Produção local – Todo o sangue do gado abatido nos frigoríficos da empresa, inclusive dos Estados Unidos, será trazido para Campo Grande, onde vai ser concentrar a unidade produtora.

O responsável – Inicialmente, a JBS pretendia instalar a indústria em Mato Grosso. Mas a intervenção pessoal do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) fez a diretoria mudar para Mato Grosso do Sul.

Aperto no cinto – Ampla reforma administrativa está em andamento no governo do Estado. A ideia é cortar despesas, com a diminuição da máquina administrativa. Reinaldo Azambuja está especialmente preocupado com o deficit na previdência.

Tempos de crise – Flávio Arce, candidato do PCO (Partido da Causa Operária) à Prefeitura de Campo Grande, terá de conciliar agenda de campanha com a entrega de currículos. Ele é vigilante, mas está desempregado, segundo informações da direção local do partido.

Ainda sem definição – A procuradoria jurídica da Câmara Municipal começou a analisar pedido de impeachment do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Prometeu uma resposta semana que vem.

Eles que vão dizer – O parecer favorável ou contrário ao prosseguimento será encaminhado para o presidente da casa de leis, João Rocha (PSDB). Ele já adiantou que seguirá o posicionamento da equipe jurídica.

Ponto por ponto – A Câmara Municipal ainda não foi notificada pela Justiça a respeito de ação da Prefeitura que tenta anular reajuste de 9,57% dos servidores. Sem estar oficialmente informada sobre o caso, a procuradoria não pode se posicionar a respeito, mas adianta que rebaterá “ponto por ponto” os argumentos do Executivo.

MS machista – Neste mês que se comemora 10 anos da Lei Maria da Penha, o deputado estadual Pedro Kemp (PT) comenta que devem ser criados novos programas e projetos para combater a violência contra mulher. Ele lembra que Mato Grosso do Sul ainda segue sendo um Estado com cultura "machista".

(com Leonardo Rocha e Mayara Bueno)

Já tem gente curtindo a folga de fim de ano
Fim de expediente - Enquanto o recesso parlamentar terá início no próximo fim de semana, quando algumas prefeituras também suspendem as atividades pa...
A missão espinhosa de Marun
Casa cheia - No discurso em que saudou Carlos Marun como seu novo ministro da Secretaria de Governo, Michel Temer disse ter ficado preocupado com a p...
Só praças estão presos por cobrar propina
Só praças – A investigação sobre o envolvimento de policiais militares com a “Máfia do Cigarro” indica que, por ora, não há oficiais entre os policia...
Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions