A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


26/03/2011 06:09

De olho na vaga

Jogo Aberto

Estreante na Assembleia, a deputada Mara Caseiro até agora não contratou assessor de imprensa. A justificativa seria contas ainda de campanha, prioridade de pagamento para a parlamentar.

Para mudar a imagem junto ao eleitorado, a Assembleia substitui a logomarca,agora com um traçado bem mais moderno. Em campanha publicitária na TV também fica claro que a palavra a ser difundida é tranparência.

O Shopping Norte Sul Plaza nomeou finalmente um superintendente, Pedro Correia é o nome. O administrador tem no curriculo a Ambev, Philip Morris e e grandes empresas varejistas como C&A e Riachuelo.

De cara, o grupo já abocanhou do principal concorrente o contador, especialista em controladoria, Juarez Queiroz, ex-gerente financeiro do Shopping Campo Grande. Também saiu de lá a responsável pelo marketing, Daniela Masson.

No que depender do deputado estadual Alcides Bernal, a formação do tal blocão na Assembleia Legislativa pode se chamar esperança: a última que morre. Segundo Bernal, falta apenas a assinatura de Lauro Davi para a formação, depois que o petista Cabo Almi aderiu ao bloco.

Apesar de Lauro já estar bem satisfeito com espaço que conseguiu como membro de comissão, Alcides jura ainda acreditar que a assinatura do deputado é apenas uma questão de tempo. Isso, quando nem os petistas falam mais no assunto com entusiasmo.

Equipe de jornalistas de Corumbá está revoltada com a atuação da Polícia de Trânsito. Carro do site Capital do Pantanal parou para descarregar troféu pesado de premiação de melhores do carnaval de 2011 e o final da história foi com 3 multas, por estacionamento proibido, descumprir ordens enão usar cinto.

Depois da série de denúncias e troca de acusações entre professores do curso de História da UFMS, agora a roupa suja começa a ser lavada no curso de Educação Física. Suspenção por 60 dias de professor, revoltou alunos.

Ainda sobre o curso de História, no ano passado a briga entre velha guarda e recém chegados na docência rendeu tanta briga que até hoje alguns livros considerados raros, que pertencem ao curso, estão no cofre da Justiça Federal, a pedido de professor.

Nesta semana, em sessão no TJ, desembargador ao defender voto pela permanência do meio período no Judiciário emendou que o que falta no poder é servidor, não magistrados. A platéia, cheia de advogados ávidos por concursos, foi um misto de desconforto e satisfação.

DEM e a disputa entre André e Reinaldo
Já escolhi - Sobre a declaração de Puccinelli que estaria "namorando" o DEM, o deputado Zé Teixeira fez brincadeira para dizer de qual lado da disput...
Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions