A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/06/2012 06:00

Cidade sem supermercado

Jogo Aberto

Desabastecimento

Para uma cidade que durante décadas foi uma espécie de entreposto comercial no País, sede de várias empresas de importação, caminho de chegada de produtos vindos da Europa via Rio Paraguai, pode soar estranho, mas Corumbá corre o risco de ficar sem supermercado de maior porte em breve. Depois do fechamento do Frutal, a rede Panoff, a maior na cidade, está de prateleiras esvaziadas.

Memória

O Panoff tem história em Corumbá. Foi fundado na década de 1930, com a economia da cidade em efervescência, por um português e um iugoslavo. Chegou a empregar mais de 250 pessoas diretamente e 100 indiretamente, segundo anunciava. Era, também, um dos maiores anunciantes na cidade. Hoje, das três lojas só duas estão abertas, mas com jeito de fim de feira.

O que se diz

Oficialmente, a rede ainda não se pronunciou sobre seu destino. Os boatos, porém, são de que quebrou, mas também de quem foi vendida, mas não se sabe ainda para quem. Também se fala muito sobre o motivo da crise no Panoff e uma das suspeitas é de que um dos fatores tenha sido o comércio boliviano, especialmente o supermercado Tocale, na cidade fronteiriça a Corumbá, com mais acessíveis e um mix de produtos considerável.

Queixa

Responsável pelo convite para o baixinho vir a MS, o deputado Luiz Henrique Mandetta lamentou, durante a visita do craque da Copa de 1994 a Campo Grande, o fato de Romário ter feito gols, muitos, pelo Flamengo, pelo Fluminense e pelo Vasco, mas não pelo Botafogo, time do parlamentar do DEM. "Só não fez gol pelo meu time".

Retrospecto

Discreto, Romário não revidou. A memória do futebol, porém, é implacável, e mostra que, durante a carreira, ele não foi nada "amigo" do Botafogo de Mandetta. Fez 31 gols contra o clube da estrela solitária.

Sem TV, sem campanha

O empresário Antônio João Hugo Rodrigues jogou a toalha, via Facebook, e disse que continua como sonho a disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Ele já vinha preparando o terreno para a desistência, ao reclamar que seu partido, o PSD, ainda não havia conseguido tempo de TV.

Na gaveta

Pouco antes de admitir, via mídia social, que estava fora da disputa, Antônio João escreveu que as chances do PSD de tempo de tv diminuíam a cada dia. "O ministro Toffoli, que sentou em cima do processo por 40 dias, mandou o pedido de tempo de tevê para o Supremo. Ninguém mais sabe se o julgamento será antes do dia 30", escreveu. O agora ex-candidato ainda comentou que, caso o pedido fique parado, "iremos todos, do PSD, para o espaço sideral".

Clássico?

A moda do "Ai se eu te pego" já passou, não é? Não para quem viaja para fora do País. Uma leitora da coluna que foi à Terra Santa contou que, chegando lá, ao informar que era do Brasil, a primeira coisa que ouviu do interlocutor, num mercado turístico, foi a canção famosa na voz de Michel Teló, na língua de lá e na de cá.

Transferência demorada

Preso desde o dia 31 de maio, quando provocou uma morte no trânsito, o estudante de Direito Richard Ildivan Gomide continua em uma cela de delegacia, apesar de já estar com prisão preventiva decretada, situação que justificaria sua ida para o Presídio de Trânsito. É lá quem devem ficar os presos que aguardam julgamento.

Reforço

A Prefeitura de Campo Grande vai ceder seis funcionários para a Vara de Execução Municipal. O objetivo é dar um gás na cobrança judicial de dívidas relativas a tributos municipais.

Pezão pede dica a Reinaldo sobre dívida
Pedido de ajuda - Ao anunciar ontem o depósito do décimo-terceiro salário dos servidores, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) reforçou o discurso d...
Após "perder" cargo, deputado muda o tom
Mudou – Antes cotado para assumir uma secretaria do governo do Estado, o deputado Coronel David (PSC) está agindo ultimamente como oposição ao Govern...
Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...


O motivo da quebra do Panoff com certeza é uma serie de equivocos: menos a Bolivia.Não estou morando em corumbá, mas quem mora sabe do que eu estou falando, o supermercado Panoff não pode alegar falta de clientes, qualquer hora que você ia ao estabelecimento encontrava cheio. É lamentavel que essa empresa tenha esse triste fim. O fracasso de qualquer projeto e resultado de uma sequencia de erros
 
Rubens Pereira em 18/06/2012 03:43:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions