ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Vereador aciona prefeitura contra gosto do cafezinho

Por . | 25/06/2013 06:05

Proibido - Seguranças de Alcides Bernal chamaram atenção na noite de ontem no Aeroporto de Campo Grande. Foram buscar o prefeito que voltava de Brasília, estacionaram em local irregular e foram advertidos pelos agentes de trânsito.

Barraco - Diante do pedido de retirada do carro do local, os seguranças armaram um cena com direito a "Você sabe com quem esta falando?". Subiram o tom e não saíram, em total mau exemplo a quem passava pelo aeroporto.

Criativo - Algumas ideias surgem sabe-se lá de onde no Poder Legislativo. O vereador Ayrton Araujo, por exemplo, apresentou requerimento na Câmara ao prefeito Alcides Bernal, com cópias para o secretário Municipal de Saúde para investigar o sabor do cafezinho em Campo Grande.

Azedou - Segundo o vereador, ele recebeu inúmeras reclamações de consumidores que notaram a queda na qualidade do café vendido na cidade e resolveu acionar a Sesau com medo de que algo piro acontecesse.

Generalizado - Na justificativa, ele coloca: “Saliente-se que não se trata de uma marca em especial, pois os consumidores relataram que experimentaram diversos tipos de marca e todas possuíam o mesmo sabor incomum”.

Chá de cadeira - Não adianta criticar, reclamar, dar nota em coluna, os vereadores não conseguem mesmo ser pontuais. Ontem, marcaram para às 15 horas visita à 5ª Vara Federal para pedir informações sobre a Máfia da Saúde, mas só apareceram às 16h.

Ausências - Mesmo assim, no compromisso só apareceram os vereadores Flavio Cesar, Marcos Alex e Carla Stephanini. Os outros membros da CPI, Cazuza e Coringa faltaram. Os colegas sentiram mais a falta de um. Ficaram bom tempo perguntando “cadê o Cazuza”, sem respostas.

Acompanhante - Por fim, descobriram que Cazuza viajou com o prefeito para Brasília. Bernal foi à reunião com a presidente Dilma Roussef, aberta só aos prefeitos das capitais e aos governadores. Então, ninguém sabe o que o vereador foi falar lá.

Ficção - E o vereador será lembrado todas as noites agora por telespectadores da Rede Globo. Na novela Saramandaia, um dos integrantes da Câmara Municipal se chama Cazuza, vereador que no primeiro capítulo morreu, mas depois ressuscitou. A diferença é que o personagem faz oposição ao prefeito.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário