A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


17/05/2013 06:00

Vereadores super antenados

.

Não tem o que fazer? - Na última sessão da Câmara Municipal desta semana sobraram amenidades. Ontem, os vereadores falaram de muita coisa, menos sobre que interessa à Casa. Passaram a manhã discutindo arbitragem de jogo, homossexualidade e show sertanejo.

Apito - O jogo do Corinthians repercutiu. Vanderlei Cabeludo usou a tribuna para dizer que “se pudesse, apresentaria moção de repudio contra o juiz que apitou a partida” com o Boca Juniors. Carlos Amarilla anulou gol dos brasileiros e deixou e marcar um pênalti.

Revide - Já o peemedebista Paulo Siufi, torcedor com direito até a toque de celular do São Paulo, revidou e, na base da brincadeira, disse que “se pudesse aprovaria uma moção de congratulações.”

De novo - A sessão ainda teve muita conversa sobre a possibilidade de cancelamento do show de Munhoz e Mariano e sobre determinação do CNJ obrigando cartórios a fazerem casamento gay. O levante foi grande contra a decisão, apesar da Câmara Municipal não ter qualquer poder sobre o órgão.

Piti - “Casamento é coisa de macho e fêmea”, disse o pastor Alceu Bueno. Paulo Pedra, exaltado, até fez um teatrinho, rasgando uma papelada como se fosse a Constituição. “Isso é um desrespeito à Constituição.”

Será? - Sobre o show de Munhoz e Mariano, vários foram os discursos. Mas o vereador Chiquinho Telles levantou uma questão que ninguém ainda tinha pensado. “O Bernal quer cancelar o show porque o Munhoz e Mariano gravaram o jingle da campanha do Giroto.”

Miséria - O único assunto do dia que interessava mesmo aos vereadores era a possibilidade de anulação do reajuste concedido este ano, a pedido do Ministério Público Estadual. A Professora Rose ficou indignada. “Eu não ganho 15 mil, ganho 10,9 mil líquido”, repetia. Entre os presentes ficou a dúvida: Quanto ela deveria ganhar como professora?

Coitado - Entrevistado do telejornal da TV Morena ontem fez uma salada que de imediato levantou a ira dos SUL-mato-grossenses. Primeiro chamou a cidade de “Rio de Janeiro” e depois repetiu por duas vezes que estava em Cuiabá. Coisas de ao vivo.

Tristonho - Engraçada a reação do locutor da TV de Belém do Pará ontem, durante transmissão do jogo do Paysandu contra o Naviraiense. Ele seguia animado até os sul-mato-grossenses marcarem 2 X 0. Quando a bola tocou a rede, a única palavra do locutor foi “Gol”, seguido de um silêncio constrangedor.

Aumenta - Na briga entre índios e fazendeiros, vale quem inventar uma história mais dramática. Durante invasão da fazenda Buriti, na quarta, o sobrinho do proprietário chegou a espalhar que o tio era refém dos terena na área. O rapaz não sabia que Ricardo Bacha já tinha dado entrevista de Brasília (DF). 

 

PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...
Quórum é motivo de "gracinha" na Assembleia
Presentes! Depois de três episódios neste ano de falta de quórum para votar projetos, o tema virou até motivo de puxada de orelha em tom de brincadei...


vao trabalhar seus parasitas,que nao ganham para coversar abobrinhas
 
JOAO BATISTA em 17/05/2013 09:12:10
COM RARÍSSIMAS EXCEÇÕES, ESTAMOS PRESENCIANDO A PIOR COMPOSIÇÃO LEGISLATIVA MUNICIPAL DA HISTÓRIA DESTA CIDADE !!!! SE NO MEIO DO ANO JÁ ESTÁ ASSIM, O QUE VAI SER QUANDO CHEGAR DEZEMBRO !!!
 
Flávio Márcio em 17/05/2013 07:59:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions