A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


17/05/2013 06:00

Vereadores super antenados

.

Não tem o que fazer? - Na última sessão da Câmara Municipal desta semana sobraram amenidades. Ontem, os vereadores falaram de muita coisa, menos sobre que interessa à Casa. Passaram a manhã discutindo arbitragem de jogo, homossexualidade e show sertanejo.

Apito - O jogo do Corinthians repercutiu. Vanderlei Cabeludo usou a tribuna para dizer que “se pudesse, apresentaria moção de repudio contra o juiz que apitou a partida” com o Boca Juniors. Carlos Amarilla anulou gol dos brasileiros e deixou e marcar um pênalti.

Revide - Já o peemedebista Paulo Siufi, torcedor com direito até a toque de celular do São Paulo, revidou e, na base da brincadeira, disse que “se pudesse aprovaria uma moção de congratulações.”

De novo - A sessão ainda teve muita conversa sobre a possibilidade de cancelamento do show de Munhoz e Mariano e sobre determinação do CNJ obrigando cartórios a fazerem casamento gay. O levante foi grande contra a decisão, apesar da Câmara Municipal não ter qualquer poder sobre o órgão.

Piti - “Casamento é coisa de macho e fêmea”, disse o pastor Alceu Bueno. Paulo Pedra, exaltado, até fez um teatrinho, rasgando uma papelada como se fosse a Constituição. “Isso é um desrespeito à Constituição.”

Será? - Sobre o show de Munhoz e Mariano, vários foram os discursos. Mas o vereador Chiquinho Telles levantou uma questão que ninguém ainda tinha pensado. “O Bernal quer cancelar o show porque o Munhoz e Mariano gravaram o jingle da campanha do Giroto.”

Miséria - O único assunto do dia que interessava mesmo aos vereadores era a possibilidade de anulação do reajuste concedido este ano, a pedido do Ministério Público Estadual. A Professora Rose ficou indignada. “Eu não ganho 15 mil, ganho 10,9 mil líquido”, repetia. Entre os presentes ficou a dúvida: Quanto ela deveria ganhar como professora?

Coitado - Entrevistado do telejornal da TV Morena ontem fez uma salada que de imediato levantou a ira dos SUL-mato-grossenses. Primeiro chamou a cidade de “Rio de Janeiro” e depois repetiu por duas vezes que estava em Cuiabá. Coisas de ao vivo.

Tristonho - Engraçada a reação do locutor da TV de Belém do Pará ontem, durante transmissão do jogo do Paysandu contra o Naviraiense. Ele seguia animado até os sul-mato-grossenses marcarem 2 X 0. Quando a bola tocou a rede, a única palavra do locutor foi “Gol”, seguido de um silêncio constrangedor.

Aumenta - Na briga entre índios e fazendeiros, vale quem inventar uma história mais dramática. Durante invasão da fazenda Buriti, na quarta, o sobrinho do proprietário chegou a espalhar que o tio era refém dos terena na área. O rapaz não sabia que Ricardo Bacha já tinha dado entrevista de Brasília (DF). 

 

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


vao trabalhar seus parasitas,que nao ganham para coversar abobrinhas
 
JOAO BATISTA em 17/05/2013 09:12:10
COM RARÍSSIMAS EXCEÇÕES, ESTAMOS PRESENCIANDO A PIOR COMPOSIÇÃO LEGISLATIVA MUNICIPAL DA HISTÓRIA DESTA CIDADE !!!! SE NO MEIO DO ANO JÁ ESTÁ ASSIM, O QUE VAI SER QUANDO CHEGAR DEZEMBRO !!!
 
Flávio Márcio em 17/05/2013 07:59:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions