ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Arquitetura

Pousada de diplomata em MS exibe um amor pela história do Brasil

Quando era cônsul no Paraguai, Vitor conheceu Bonito e quis levar uma parte de Ouro Preto para a cidade

Por Aletheya Alves | 10/04/2024 08:17
Arquitetura da pousada foi pensada no estilo colonial de Ouro Preto. (Foto: Divulgação)
Arquitetura da pousada foi pensada no estilo colonial de Ouro Preto. (Foto: Divulgação)

Apaixonado pela história do Brasil, Vitor Hugo Irigaray se conectou com Bonito e, quase encerrando sua carreira como diplomata, decidiu construir uma pousada no município. Foi assim que, usando parte de seu acervo e comprando trilhos em Ponta Porã,  transformou memórias do Império e do catolicismo tão presentes em Minas Gerais no tema de sua construção.

Apesar de ter nascido em Campo Grande, Vitor explica que sua primeira visita a Bonito foi em março de 2017. Na época, ele era cônsul do Brasil em Pedro Juan Caballero, pois, quase no final de sua carreira diplomática, escolheu a fronteira para estar próximo de seu Estado.

“Achava essa remoção para o Paraguai um grande privilégio, apesar dos desafios que representava. Daí nasceu a ideia de viver também em Bonito, sem desprezar Brasília, que amo muito. E nada melhor do que construir algo que pudesse me preencher social e culturalmente”, diz o proprietário sobre como a ideia da pousada surgiu.

Sabendo disso, o processo foi para escolher o que seria construído, considerando que Bonito possui tanto atrativos naturais quanto manifestações culturais que, nas palavras de Vitor, “extrapolam as fronteiras do município”. Com isso, nasceu a Ouro Preto de Bonito.

Vitor, ao lado direito da imagem com as mãos no bolso, é o proprietário. (Foto: Arquivo pessoal)
Vitor, ao lado direito da imagem com as mãos no bolso, é o proprietário. (Foto: Arquivo pessoal)
Espaço que remete à ferrovia faz referência a Minas Gerais. (Foto: Divulgação)
Espaço que remete à ferrovia faz referência a Minas Gerais. (Foto: Divulgação)
Coreto foi uma réplica escolhida por Vitor do elemento que existe em Ouro Preto. (Foto: Divulgação)
Coreto foi uma réplica escolhida por Vitor do elemento que existe em Ouro Preto. (Foto: Divulgação)

Ao pensar sobre algo que despertasse curiosidades, a ideia foi focar em uma mostra da era barroca mineira. Apaixonado por história, o diplomata já tinha um acervo pessoal de arte sacra e decidiu usar parte das peças para construir a decoração da pousada.

Contextualizando, Ouro Preto é uma cidade colonial localizada na Serra do Espinhaço e é bastante conhecida justamente pela arquitetura barroca. Para se ter ideia da idade do município, sua fundação foi em 1711.

Descrevendo os elementos que caracterizam e se destacam a pousada, Vitor aponta o coreto e a estação de ferro, ambas réplicas dos que estão em Ouro Preto. Há também o santoral barroco, composto por peças originais dos séculos XVI até XVIII.

Há também um pequeno santuário consagrado pelo bispo de Jardim e que hospeda uma imagem da padroeira do Brasil. “Temos lâmpadas a gás do século XIX, que hoje funcionam com energia no receptivo. Pinturas primitivas haitianas e brasileiras, além de outros pequenos detalhes”.

Peças de arte sacra integravam o acervo pessoal do proprietário. (Foto: Divulgação)
Peças de arte sacra integravam o acervo pessoal do proprietário. (Foto: Divulgação)

Outro elemento que se destaca é a torre que abriga a imagem do padroeiro da cidade, São Pedro.

“É o primeiro e único monumento, em Bonito, dedicado ao Santo. Nas datas principais e importantes, a imagem é vestida com paramentos papais, mitra e báculo dourado nas mãos. Em 28 de junho, a comunidade presenteia roupa nova e é feita a ‘vestição’ de São Pedro no alto da torre”, descreve Vitor.

Além dos objetos religiosos, a pousada também homenageia a família imperial do Brasil. “Cada bloco de apartamentos é dedicado a uma personalidade imperial: Dom Pedro I, Dom Pedro II,  Augusta Princesa Imperial Dona Isabel, Imperatriz Dona Leopoldina de Habsburg, da Áustria, primeira esposa de d. Pedro I, Imperatriz Dona  Amélia de Leuchtenberg, segunda esposa de Pedro I, e Imperatriz Tereza Cristina, chamada a "mãe dos brasileiros", esposa de Pedro II”.

E, para completar a ideia, o proprietário comenta que o lema da pousada vem para expandir a tradição e a cultura. “Sic Luceat Lux Vestra” que quer dizer “assim brilhe a vossa luz”. Para Vitor, propagar a cultura é dever de todos e, além de servir como hospedagem, a pousada foi pensada como um espaço de amizades e conhecimento.

Localizada na Rua Monteiro, número 777 em Bonito, a pousada Ouro Preto de Bonito pode ser contatada através do número (67) 99884-9261.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias