A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

28/08/2017 06:15

Sonho de Hérica, casa alternativa tem escada de pneus e teto com caixas de leite

Eduardo Fregatto
Pablo e Hérica, na entrada da casa, embaixo do pé de maracujá. (Foto: João Paulo Gonçalves)Pablo e Hérica, na entrada da casa, embaixo do pé de maracujá. (Foto: João Paulo Gonçalves)

Uma casa alternativa sempre foi o sonho da enfermeira Hérica Montenegro, de 36 anos. Há nove anos, ela começou a realizar esse desejo. É tudo feito os poucos, com calma e sem pressão. Quando surge um dinheirinho extra, ela e o marido, o analista de sistemas Pablo, 37, botam a mão na massa para acrescentar ou melhorar algo na casa.

"O incômodo é o que me move", diz Hérica, explicando sua "filosofia do incômodo". "Quando algum detalhe começa a me incomodar, é que eu vou lá e faço". Fora isso, o casal e mais dois filhos seguem morando no imóvel que ainda não está finalizado, mas já surpreende pela criatividade e singularidade.

A construção foi feita com tijolo ecológico, de solo-cimento. O piso é cimento queimado, feito pela própria Hérica e Pablo. O forro é de madeira OSB e a telha de barro. Toda a madeira utilizada na estrutura superior foi feita com eucalipto com selo ecológico.

A fachada da casa, ainda em progresso. O vidro da janela ainda não foi colocado.  (Foto: João Paulo Gonçalves)A fachada da casa, ainda em progresso. O vidro da janela ainda não foi colocado. (Foto: João Paulo Gonçalves)
A escada feita de pneus, que dá acesso ao quintal da casa. (Foto: João Paulo Gonçalves)A escada feita de pneus, que dá acesso ao quintal da casa. (Foto: João Paulo Gonçalves)

Entre a telha e o forro, Hérica e Pablo colocaram uma grande manta feita de caixinhas de leite. "Eu descobri pela internet que as embalagens não se degradavam. São um problema pra natureza", conta. Ela também viu que caixinhas funcionam como isolantes térmicos para reduzir a temperatura dos ambientes e, consequentemente, economizar energia.

Outra ideia do casal foi construir uma escada feita de pneus velhos. "A gente encheu os pneus de terra e, dentro dos intervalos a cada pneu, a gente plantou algumas coisas". A escada dá acesso de um quarto até o quintal, cheio de vegetação que eles deixam crescer livremente.

A casa também tem um sistema para canalizar as águas provenientes das torneiras e chuveiros e um sistema de filtragem natural, por meio da plantação de bananeiras.

Quarto da filha do casal é um dos cômodos já finalizado, com a pintura de caiação nas paredes. (Foto: João Paulo Gonçalves)Quarto da filha do casal é um dos cômodos já finalizado, com a pintura de caiação nas paredes. (Foto: João Paulo Gonçalves)
O quarto de Hérica, com a rede na entrada, piso de pedra e decoração rústica com mandalas. (Foto: João Paulo Gonçalves)O quarto de Hérica, com a rede na entrada, piso de pedra e decoração rústica com mandalas. (Foto: João Paulo Gonçalves)

O mais interessante é que quase todo o trabalho foi feito pelos próprios moradores. "Os pedreiros não estão acostumados a fazer coisas diferentes. Eles fogem, acham a gente louco. Então nós mesmos temos que fazer, por isso aprendemos a fazer o piso de cimento queimado", explicam.

"Hoje em dia, tudo que era tradicional foi substituído por tecnologias com essa intenção de simplificar a vida das pessoas, mas existe um custo pro meio ambiente", opina Hérica. "Quando você começa a estudar coisas tradicionais, como a técnica de caiação, que existia antes de Cristo, você vê que essa simplicidade tem muita inteligência".

Na construção da casa, é possível ver a manta feita com caixas de leite, para melhorar o isolamento térmico. (Foto: João Paulo Gonçalves)Na construção da casa, é possível ver a manta feita com caixas de leite, para melhorar o isolamento térmico. (Foto: João Paulo Gonçalves)

A caiação é uma pintura à base de cal. O casal ainda pretende pintar toda a parte interna da casa dessa forma. Por enquanto, só o quarto da filha, Amapola, está pronto nesse sentido.

A casa é muito alta, porque foi feita sem aterrar o terreno. Na cozinha, há mosaicos feitos por Hérica, com espelhos encontrados na rua. Ela também customiza cadeiras de plásticos, tornando itens estilosos, como luminárias, cortinas e quase tudo o que se encontra na residência alternativa. Além de tudo isso, eles também têm uma composteira, para evitar jogar lixo orgânico em lugares inapropriados.

Ainda não finalizada, a casa dos sonhos de Hérica está em um progresso constante, mas já tem muita personalidade e uma energia acolhedora. "Os amigos do meu filho vêm aqui e ficam muito chocados. É diferente, não é?", indaga, sabendo que a resposta é, com certeza, positiva.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

A vista debaixo pra cima no corredor mostra a altura da casa. (Foto: João Paulo Gonçalves)A vista debaixo pra cima no corredor mostra a altura da casa. (Foto: João Paulo Gonçalves)
Mensagem na cozinha resume o espírito da casa de Hérica e Pablo. (Foto: João Paulo Gonçalves)Mensagem na cozinha resume o espírito da casa de Hérica e Pablo. (Foto: João Paulo Gonçalves)



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.