ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  23    CAMPO GRANDE 22º

Artes

'Casa do povo', Centro Cultural reabre com apresentações e muita arte

Após oito anos, Centro Cultural José Octávio Guizzo reabriu com a presença de autoridades e classe artística

Por Jéssica Fernandes | 03/04/2024 08:06
Fachada do centro cultural foi preservada na revitalização. (Foto: Paulo Francis)
Fachada do centro cultural foi preservada na revitalização. (Foto: Paulo Francis)

Ao som de ‘Viva a arte sul-mato-grossense’ a cortina se abriu. Por trás surgiu o novo Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG), que após oito anos fechado voltou a ser ocupado por gente. A reinauguração ocorreu na noite de terça-feira (02) com a presença de autoridades e representantes da classe artística.

Na entrada do espaço cultural, o clima era de alegria e antes do momento mais esperado da noite foram feitos vários discursos. Entre os convidados para a reinauguração estava a filha do escritor e ex-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Danusa Guizzo.

Representando a família, ela disse que aquela era uma noite de muita emoção e relembrou a importância que o centro cultural tinha para o pai. “Um dos grandes sonhos do meu pai seria esse Centro Cultural, um centro aberto ao povo, para os nossos artistas, para a nossa população. Meu pai dizia que a cultura era o bem maior de um povo. Então, estou muito feliz. [...] Muito obrigada a todos vocês por essa reforma tão cuidadosa do nosso quintal, da nossa casa, da casa do povo”, afirma.

Ao lado do governador Eduardo Riedel, Danusa Guizzo fala sobre a 'Casa do Povo'. (Foto: Paulo Francis)
Ao lado do governador Eduardo Riedel, Danusa Guizzo fala sobre a 'Casa do Povo'. (Foto: Paulo Francis)

A revitalização do prédio trouxe um ar de modernidade, mas sem abandonar o passado. O projeto preservou o corrimão original do complexo arquitetônico, além da fachada e esquadrias. A arquiteta Cláudia Arruda traz mais detalhes do que mudou no complexo arquitetônico.

“A premissa do projeto é a acessibilidade, então foi feita uma revitalização, uma modernização com acessibilidade. Foi ampliada a área dos camarins. O teatro é todo novo, o mobiliário, cenotecnia, sonorização, parte de luminotécnica, acústica”, explica.

A reforma do teatro Aracy Balabanian era uma das mais esperadas pela classe artística. Com o retorno das atividades, a expectativa de diretores como Breno Moroni é voltar a usar o espaço para espetáculos. O dramaturgo fala que nesse retorno a população é a que mais ganha.

Público foi recebido com performances artísticas após as cortinas se abrirem. (Foto: Paulo Francis)
Público foi recebido com performances artísticas após as cortinas se abrirem. (Foto: Paulo Francis)

“É importante porque é um local onde temos acesso com boa qualidade técnica e aberto para novas experiências, novas peças. É importante também a questão de ser gratuito para a população porque é acesso à arte”, pontua.

Além de peças teatrais, o público também poderá voltar a acompanhar exposições, oficinas, aulas de dança e outras atividades culturais como orquestras, corais, que há oito anos não eram realizadas no CCJOG.

Animado com o retorno das atividades e consequentemente do público, o presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Eduardo Mendes destaca que o centro cultural está situado em uma rua histórica e também de fácil acesso.

Na entrada, ator encenava gestos e falas em homenagem à José Octavio Guizzo. (Foto: Paulo Francis)
Na entrada, ator encenava gestos e falas em homenagem à José Octavio Guizzo. (Foto: Paulo Francis)

“Nós estamos na primeira rua que é considerada de Campo Grande, aqui na 26 de agosto, ou seja, no coração da cidade, com acesso não só para os artistas e os fazedores de cultura, mas também para a população que vai poder fazer oficinas, ter aulas de artes, de música, de dança”, comenta.

Abertura das cortinas - Assim que as portas do complexo arquitetônico se abriram, o público foi recebido por uma performance. Acompanhado por uma máquina de escrever, um ator interpretava José Octávio Guizzo.

As performances seguiam em outros pontos do prédio com atrizes que relembravam figuras importantes, como Aracy Balabanian, Conceição Ferreira, Wega Nery e Ignês Corrêa da Costa. A performance de Aracy não poderia ocorrer em outro lugar senão em frente ao teatro que leva seu nome.

Atriz relembrou vida de Aracy Balabanian em frente ao teatro. (Foto: Paulo Francis)
Atriz relembrou vida de Aracy Balabanian em frente ao teatro. (Foto: Paulo Francis)
Na sala de exposições, atriz realizou perfomance de Inês Correa da Costa. (Foto: Paulo Francis)
Na sala de exposições, atriz realizou perfomance de Inês Correa da Costa. (Foto: Paulo Francis)

No primeiro andar, pessoas ficaram em volta da mulher que relembrava trechos importantes da vida da atriz em um pequeno monólogo que falava da partida de Campo Grande rumo a São Paulo. O ‘gran finale’ era a leitura da crítica de um importante diretor que há décadas atrás previu que Aracy Balabanian era um nome a se guardar.

Nesta quarta-feira (03), o CCJOG estará de portas abertas para a população que poderá conferir de perto como o complexo ficou. No térreo foram espalhadas obras de artes de importantes nomes de Mato Grosso do Sul, como Humberto Espíndola.

O acervo dele e de outros pintores e pintoras ficarão expostos nas próximas semanas. A previsão é que ainda neste mês sejam realizados eventos testes, sendo um deles o Boca de Cena.

O CCJOG está localizado na Rua 26 de Agosto, 453, Centro.

No térreo, público observava o acervo de pintores do Estado. (Foto: Paulo Francis)
No térreo, público observava o acervo de pintores do Estado. (Foto: Paulo Francis)

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias