ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 19º

Artes

Com Zeca Baleiro, festival para ajudar indígenas começa na sexta

Evento on-line está recheado de atrações e a ideia é construir poços artesianos para melhorar a vida dos indígenas Kaiowá de MS

Por Alana Portela | 05/08/2020 07:12
O cantor Zeca Baleiro é uma das atrações do festival on-line. (Foto: Divulgação)
O cantor Zeca Baleiro é uma das atrações do festival on-line. (Foto: Divulgação)

Com a proposta de arrecadar recursos para ajudar as aldeias onde vivem os indígenas Guarani-Kaiowá de Mato Grosso do Sul, será realizado o festival on-line “Mba’e Porã”. O evento começa nesta sexta-feira (7) e encerra no dia 16 de agosto, com apresentação do cantor Zeca Baleiro e Jerry Espíndola. A transmissão será pelo YouTube.

Mba’e Porã em guarani significa “coisa boa, coisa bonita”. A programação inicia sempre às 17h e a partir desse horário, a vaquinha on-line, com QRCode, estrará disponível para receber as doações.

A quantia arrecadada será usada na construção de poços artesianos, na intenção de proporcionar qualidade de vida aos indígenas e ainda minimizar os impactos causados pela covid-19, principalmente nas aldeias de Dourados, a 230 quilômetros de Campo Grande.

“A pandemia agravou muitas necessidades. Os recursos vão auxiliar as comunidades indígenas no acesso à água potável, além do fornecimento de itens básicos de segurança, como máscaras e álcool em gel”, destaca um dos organizadores do evento, Fabrício Moser.

Vários artistas, educadores e agentes culturais estão envolvidos na realização do festival. O evento contará com diversas manifestações artísticas, como música, artesanato, artes visuais, debate, poesia e teatro. Confira a programação:

O evento inicia às 17h com reza e dança indígena. Às 19h, tem a apresentação “Aldeias Imaginárias”, com o poeta Emmanuel Marinho. Às 20h é a vez do grupo Brô Mc’s assumir o show, que posteriormente encerra com Falange da Rima.

O grupo Brô Mc's vão se apresentar no festival. (Foto: Divulgação)
O grupo Brô Mc's vão se apresentar no festival. (Foto: Divulgação)

Dia 8 – O segundo dia conta com a discussão “Luta do Povo Guarani e Kaoiwá”, com a mestranda em Antropologia, Jaqueline Gonçalves Porto e a antropóloga, Lauriene Seraguza Olegario e Souza. Às 19h tem o “Cortejo Capetim”, com o Teatro Imaginário Maracangalha. Às 20h tem show com Mani Carneiro e às 21h a atração é Soulra.

Dia 9 – O terceiro dia inicia com o debate “Dale tu mano al índio”, com Graciela Chamorro. Às 19h o grupo Flor de Pequi promete animar os participantes, com muito forró, xóte e bailão para dançar. Às 21h, o artista Begèt de Lucena entra em cena.

Dia 12 – O quarto dia do festival tem o debate “Juristas pela Democracia” com o professor e doutor Tiago Botelho. Às 19h tem a apresentação “A cura ou Améfrica” com Tatiana Henrique, e “Seu Corpo é Montanha”, com Rosana Reategui. Às 20h é a vez de Márcia Albuquerque e Odon Nacasato fazerem apresentação musical e performance em pintura.

Dia 13 – O quinto dia inicia com a discussão “A situação da saúde indígena em Dourados”, com a coordenadora do Polo da SESAI Dourados Indianara Machado e assistente social e integrante da AJI (Ação dos Jovens Indígenas), Tatiane Martins Gomes. Às 19h tem “Prosa Poética Alinhavos”, com Arce Correia, às 20h tem show com Dami Baz e na sequência apresentação com Codinome Winchester.

Dia 14 – Tem bate-papo sobre a “Atuação da Defensoria Pública Federal na defesa dos direitos difusos e coletivos dos povos indígenas de Mato Grosso do Sul”. Às 19h tem a apresentação “Tekoharã e as Veias da Terra”, com Arami Argüello Marschner. Às 20h o Projeto Kzulo entra em ação com muita música e quem encerra a programação do dia são Marina Peralta e Caio Prado.

Dia 15 – Tem debate com Sonia Guajajara, Eloi e Eliel. Às 19h o público contará com a “Leitura de cenas do espetáculo Recusa”, da Cia Teatro Balagan. Às 20h Giani Torres entra em cena para animar a galera e o show encerra com Janaina Moreno.

Dia 16 – O última dia do evento contará com a discussão “Questões Indígenas: Reflexões sobre a cobertura jornalística em MS e apresentação da Mídia Índia - comunicação inovadora”. Às 19h tem a apresentação “Jaity Muro”. Às 20h o cantor Jerry Espíndola e o Zeca Baleiro entram em cena para encerrar o festival com chave de ouro.

Confira a programação pelo @festivalmbaepora e contribua através da vaquinha on-line (clique aqui)

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

A artista Soulra também está na programação do festival. (Foto: Fernanda Sabo Fotografia)
A artista Soulra também está na programação do festival. (Foto: Fernanda Sabo Fotografia)