ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 18º

Artes

Igrejinha comemora 46 anos com documentário feito por mestre-sala

Documentário "Raízes" foi produzido e dirigido pele carioca Douglas, que também é mestre-sala da escola

Por Lucas Mamédio | 12/05/2021 08:22
Capa do documentário "Raízes" com foto de Edinho, presidente da década de 80 (Foto: Divulgação)
Capa do documentário "Raízes" com foto de Edinho, presidente da década de 80 (Foto: Divulgação)

A escola de samba Igrejinha, uma das mais tradicionais do Carnaval campo-grandense, está completando 46 anos de criação nesta quarta-feira (12). Para comemorar a data, será pré-lançado hoje também um documentário que resgata a história da mais vitoriosa escola de samba da Capital, com 24 títulos.

O documentário “Raízes” é produzido e dirigido pelo carioca Douglas Salgueiro Barbosa, mestre-sala da Igrejinha. Também servidor público federal, Douglas mora em Campo Grande desde 2019, quando foi transferido. A relação com o Carnaval é antiga, já que sempre desfilou pela Portela no Rio.

Desfile dos anos 80, década de ouro da Igrejinha (Foto: Acervo/Igrejinha)
Desfile dos anos 80, década de ouro da Igrejinha (Foto: Acervo/Igrejinha)
Imagens foram captadas em pontos turísticos de Campo Grande (Foto: Divulgação)
Imagens foram captadas em pontos turísticos de Campo Grande (Foto: Divulgação)

“Depois que cheguei em Campo Grande comecei a dar aula de mestre-sala e assim conheci o pessoal da Igrejinha. Eles então me convidaram para fazer parte da escola e foi paixão a primeira vista”.

Douglas viu então que a escola precisava ser mais ativa nas redes sociais e decidiu assumir o marketing da instituição. Essa foi sua porta de entrada para realização do documentário, que contou com ajuda de um único amigo, Rômulo Rocha, responsável pelas imagens e pela edição.

“Foi tudo feito na raça. Eu tive a ideia, apresentei à atual diretoria, eles adoraram, então tive a sorte de conhecer Rômulo, que tem todos os equipamentos e experiência na área e topou fazer tudo de graça. Posso dizer que o documentário foi sem investimento nenhum, só com nossa força de vontade e criatividade”, explica Douglas.

Presidente Edinho, década de 80, erguendo a taça de campeã (Foto: Acervo/Igrejinha)
Presidente Edinho, década de 80, erguendo a taça de campeã (Foto: Acervo/Igrejinha)


Defile dos anos 2000 da Igrejinha (Foto: Acervo/Igrejinha)
Defile dos anos 2000 da Igrejinha (Foto: Acervo/Igrejinha)

Douglas entrevistou mais de 15 pessoas entre ex-presidentes e personalidades da escola. As locações foram feitas em pontos turísticos da cidade.

“Demoramos mais ou menos três meses para roteirizar, produzir, captar imagens e entrevistas e editar. Parece pouco, mas foram três meses muito intensos e de muito trabalho”.

Raízes tem 51 minutos e é todo montado em cima dos depoimentos e imagens antigas da escola. “Acho que é uma ação importante para resgatar e preservar a história dessa que é uma das mais importantes escolas de samba de Campo Grande”, afirma Douglas.

Em 46 anos de história a Igrejinha nunca teve barracão próprio e, segundo Douglas, isso contribuiu para dificuldade de preservar grande parte da história.

Douglas fazendo uma das gravações (Foto: Divulgação)
Douglas fazendo uma das gravações (Foto: Divulgação)

“A Igrejinha mudou muito de sede e muitos materiais foram se perdendo. Isso foi uma dificuldade”.

A escola nasceu oficialmente em 12 de maio de 1975, mas só desfilou pela primeira vez em 1976. Foram sete fundadores. “É muito interessante a fundação, porque eles na verdade eram um time de futebol, que ao ver o desfile das escolas de samba de Corumbá que vinham para Campo Grande decidiram que no próximo ano uma escola da Capital iria desfilar, ali nascia a Igrejinha”.

A década seguinte foi a mais vitoriosa de uam escola em Campo Grande, quando a Igrejinha levou oito dos 10 títulos possíveis.

"Acho que a maior particularidade da Igrejinha, e não faço juízo de valor sobre isso, é que é uma escola democrática. São presidentes de diferentes famílias, sempre eleitos, e isso é o enriquece demais nossa história", defende Douglas.

Atualmente são cerca de 300 membros ativos na escola.

O documentário “Raízes” estará disponível no YouTube, no canal da Igrejinha a a partir das 19h30 desta quinta-feira (13). O pré-lançamento é nesta quarta-feira (12), às 18h30, no Palácio Popular da Cultura.

Ainda como parte das comemorações, será realizada uma live de aniversário na sexta-feira (15), também no canal da escola.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário