ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Artes

MS tem 2 finalistas no Prêmio Jabuti, o mais importante da literatura brasileira

Livro “OTOTO” e obra produzida pelo instituto Ipedi disputam em duas categorias

Por Adriano Fernandes | 22/10/2020 22:00
Na categoria "Inovação" está a obra Itukeovo Terenoe, idealizado a partir das pesquisas do instituto sul-mato-grossense Ipedi . (Foto: Luciano Justiniano)
Na categoria "Inovação" está a obra Itukeovo Terenoe, idealizado a partir das pesquisas do instituto sul-mato-grossense Ipedi . (Foto: Luciano Justiniano)

A 62ª edição do Prêmio Jabuti, o mais tradicional prêmio literário do Brasil, tem duas obras de Mato Grosso do Sul na disputa. O escritor Henrique Komatsu entrou na disputa com o livro “OTOTO”, palavra que em japonês significa “irmão mais novo”.

A obra aborda o silêncio que paira na relação entre um pai e um filho, não apenas pela falta de diálogos, mas pelo silêncio das lacunas na memória, o silêncio da vergonha, o silêncio do final.

Diante do silêncio de um pai, o que sobra? Diante do silêncio do divino, sobra o que? Diante do silêncio da vergonha, da violência, da dor, do esquecimento, diante do silêncio final, o que resta ao personagem? Estes são alguns dos questionamentos do livro que concorre na categoria "Conto".

Já entre os finalistas da categoria "Inovação" está a obra Itukeovo Terenoe, idealizado a partir das pesquisas do instituto sul-mato-grossense Ipedi (Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural). A instituição leva projetos de educação indígena ao Pantanal e atua no fomento e na divulgação da cultura e linguagem indígena.

Os vencedores de cada uma das 20 categorias e o ganhador do Livro do Ano serão anunciados em cerimônia de premiação online, que será transmitida ao vivo nas redes sociais da CBL, no dia 26 de novembro de 2020.

O vencedor de cada categoria receberá o valor de R$ 5 mil e a estatueta do prêmio, exceto na categoria Livro Brasileiro Publicado no Exterior que receberá somente a estatueta. Haverá também um(a) grande vencedor(a) do Jabuti, que poderá ser tanto uma obra de Ficção quanto de Não Ficção. Concorrem ao prêmio de Livro do Ano, no valor de R$ 100 mil, os vencedores das categorias dos Eixos Ensaios e Literatura.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário