ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  28    CAMPO GRANDE 25º

Artes

No colorido ou preto e branco, fotos mostram como a favela pode ser bela

Por Lado B | 13/03/2016 07:45
Quero casa. Não barraco. A diferença vai além do alicerce estrutural. (Foto: Marcos Ermínio)
Quero casa. Não barraco. A diferença vai além do alicerce estrutural. (Foto: Marcos Ermínio)

O Olhar da Semana deste domingo não tinha para onde "fugir", depois que o assunto dos últimos dias foi a transferência das famílias do Cidade de Deus para o bairro Vespasiano Martins, as notícias estamparam a capa do Campo Grande News com o esforço dos moradores em reconstruir barracos.

A mudança ainda não é para o que eles gostariam de chamar de lar, mas as imagens mostram quão bela a favela pode ser, seja no preto ou branco ou colorido. As fotos são de Marcos Ermínio e Fernando Antunes.

O cão caiu da mudança? (Foto: Marcos Ermínio)
O cão caiu da mudança? (Foto: Marcos Ermínio)
Luz para quem?
Luz para quem?
Na favela, trilha sonora é tábua, prego e martelo. (Foto: Marcos Ermínio)
Na favela, trilha sonora é tábua, prego e martelo. (Foto: Marcos Ermínio)
Mais puxão de orelha que recado, na favela também tem regra e organização. (Foto: Marcos Ermínio)
Mais puxão de orelha que recado, na favela também tem regra e organização. (Foto: Marcos Ermínio)
Engolidos pelo mato ou pela falta de tudo? (Foto: Marcos Ermínio)
Engolidos pelo mato ou pela falta de tudo? (Foto: Marcos Ermínio)
Paz para quem? (Foto: Marcos Ermínio)
Paz para quem? (Foto: Marcos Ermínio)
O sorriso da esperança. (Foto: Marcos Ermínio)
O sorriso da esperança. (Foto: Marcos Ermínio)
Dona Tereza e a incerteza do futuro.
Moradora da favela Cidade de Deus fala sobre o medo da mudança para o desconhecido. (Foto: Fernando Antunes)
Dona Tereza e a incerteza do futuro. Moradora da favela Cidade de Deus fala sobre o medo da mudança para o desconhecido. (Foto: Fernando Antunes)
Keila toca em meio à desocupação da favela. (Foto: Fernando Antunes)
Keila toca em meio à desocupação da favela. (Foto: Fernando Antunes)
No "resgate", a Portelinha:
No "resgate", a Portelinha:
Favela de 1 homem só. (Foto: Fernando Antunes)
Favela de 1 homem só. (Foto: Fernando Antunes)