A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

06/08/2017 08:01

Pelo sonho de um espetáculo, Sérgio abre casa para concertos musicais

''Casa de Serjoca'' onde a música acontece é o novo espaço cultural da cidade

Thailla Torres
Quando menos se espera, na ''Casa de Serjoca'' a música acontece. (Foto: Marcos Ermínio)Quando menos se espera, na ''Casa de Serjoca'' a música acontece. (Foto: Marcos Ermínio)

O espaço foi aberto com o mínimo em estrutura, mas oferece muito em termos de sensibilidade. Quando menos se espera, na ''Casa de Serjoca'' a música acontece. O lugar é residência do funcionário público Sérgio Teixeira Mello, de 44 anos, que se reconectou com a arte e agora fez da própria casa um espaço para produzir seu primeiro espetáculo, e abrir portas também para a dança, literatura, gastronomia, artes plásticas e teatro.

A casa fica no Jardim Itanhangá, em Campo Grande. Quem entra, vê um espaço com cara de bistrô, mas que também é sala de concerto musical. A decoração retrô tem móveis e instrumentos clássicos no cantinho da sala que deixaram o ambiente ainda mais aconchegante.

Sérgio veio de Fortaleza quando ingressou na vida de  servidor público em Mato Grosso do Sul. Está há 16 anos na cidade, mas há pouco tempo ele adotou novas estratégias de vida para incluir a arte no cotidiano. Hoje leva a vida que sempre sonhou com escritor, músico e ator quando sobe aos palcos para interpretar.

Sérgio Teixeira Mello é idealizador do projeto. (Foto: Marcos Ermínio) Sérgio Teixeira Mello é idealizador do projeto. (Foto: Marcos Ermínio)

Por isso, a Casa de Serjoca virou palco e acolhimento para arte na cidade longe da censura, diz o artista. "Aqui escrevo o que eu quero e sinto sem nenhum medo ou receio de qualquer assunto. Sou livre para trabalhar da minha forma", explica.

O lugar é recente para eventos alternativos realizados por Sérgio. A inauguração abriu as portas para um concerto de música lírica que, segundo o artista, encantou o público. "Foi um evento intimista, com Jayana Paiva interpretando canções brasileiras de Villa-Lobos. Imagina com é ouvir uma mulher com talento para brilhar nos melhores teatros do País fazer um show para 30 pessoas? Foi quase como ter a Madonna a 3 metros de distância em termos de emoção", declara.

Depois do primeiro concerto, a casa passou a receber amigos e artistas que se apresentam de maneira delicada, acústica, longe de incomodar a vizinhança. "Aqui, a gente faz tudo de um jeito baixinho, por isso a música é singela, com toque de delicadeza, afinal não é minha intenção incomodar meus vizinhos que são pessoas maravilhosas". 

Sonho - Além dos eventos, a casa é palco do maior sonho de Sérgio: seu primeiro espetáculo, produzido e inspirado nas cançõesdo maestro Waldemar Henrique, pianista, escritor e compositor brasileiro que inciou os sucessos na década de 1920. "Mas agora é uma releitura com o meu olhar, assinatura e arranjos inéditos. Esperamos lançar o projeto em breve e fazer um concerto gratuito a população", diz Sérgio.

Quem quiser conhecer a Casa de Serjoca pode acompanhar a programação de eventos e espetáculos pelo Facebook.

Instrumentos e decoração retrô deixaram o ambiente aconchegante. Instrumentos e decoração retrô deixaram o ambiente aconchegante.
casa tem espaço para no máximo 30 pessoas.casa tem espaço para no máximo 30 pessoas.



imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.