ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Alegria de neta foi casar em igreja feita pelo avô, que viveu milagre

Após infarto e encontro inesperado, avô construiu igreja na propriedade da família em Ribas do Rio Pardo.

Por Thailla Torres | 04/07/2020 07:10
Tailin e Cesar casaram em igreja construída pelo avô da noiva. (Foto: Renan Kubota)
Tailin e Cesar casaram em igreja construída pelo avô da noiva. (Foto: Renan Kubota)

Simples sem ser simplista. Foi a chave de tudo para que o casamento de Tailin e Cesar se tornasse a cerimônia dos sonhos, dentro de uma capela em que a construção fala por si e existe de respeito à Nossa Senhora Aparecida, a realização de um sonho e o pagamento de uma promessa feita pelo avô que viveu um milagre na região rural de Ribas do Rio Pardo, a 97 quilômetros de Campo Grande.

Juntos há três anos e noivos há um ano e meio, advogada Tailin Schaeffer Ferreira Pollefrone, 28 anos, e o arquiteto Cesar Pollefrone, 37, são católicos e faziam questão de uma cerimônia religiosa. Mas em meio as incertezas de 2020, o casal abriu mão de uma igreja maior para receber inúmeros convidados e se programou para uma celebração intimista, mas lotada de significados.

O “sim” ocorreu na igreja construída pelo avô de Tailin, somente com a presença dos pais, irmãos e avós, que já estavam em contato, garantindo assim que ninguém fora da família fosse exposto ao risco.

Noiva foi levada pelo avô em sua caminhonete antiga até a igreja. (Foto: Renan Kubota)
Noiva foi levada pelo avô em sua caminhonete antiga até a igreja. (Foto: Renan Kubota)
O avô também fez questão de acompanhá-la até o altar. (Foto: Renan Kubota)
O avô também fez questão de acompanhá-la até o altar. (Foto: Renan Kubota)

A escolha do lugar também se deu pela origem, pautada na crença do avô em um milagre. A  capela foi construída por ele depois que encontrou uma imagem de Nossa Senhora Aparecida na beira da represa, anos depois de ter sofrido um infarto na fazenda, onde clamou por socorro à mãe e logo se recuperou. Em respeito à santa e por crer na graça de ter se recuperado do infarto, construiu a igrejinha na fazenda da família.

“Temos muita fé em nossa Senhora Aparecida, e não podemos deixar de crer na graça concedida pela vida do meu avô. Portanto, foi nela que tivemos a honra de celebrar o nosso casamento”.

Em tempos de pandemia causada pelo novo coronavírus, o casal e a família organizaram tudo, com a beleza marcada nos detalhes. “A decoração foi feita pela nossa família, cada um pensando em um detalhe, em especial a minha cunhada que montou tudo”.

Almoço charmoso e intimista foi realizado somente em família. (foto: Renan Kubota)
Almoço charmoso e intimista foi realizado somente em família. (foto: Renan Kubota)
Emoção de Tailin foi dizer sim em um lugar tão importante para a família. (Foto: Renan Kubota)
Emoção de Tailin foi dizer sim em um lugar tão importante para a família. (Foto: Renan Kubota)

Tailin também chegou à igreja acompanhada do avô, que fez questão de fazer o trajeto até o lugar em sua F1000 antiga. Depois de uma missa emocionante e o sim entre Tailin e Cesar, a família saiu para curtir um almoço feito na própria fazenda, com direito a churrasco e pratos sendo lavados ali mesmo, próximo à mesa.

“Apesar do tempo difícil, foi um dia muito especial, e sem dúvidas o mais feliz da minha vida, que vou guardar em meu coração com muito carinho e gratidão. Me sinto privilegiada de ter tido a oportunidade de casar com o homem da minha vida dentro da igreja construída pelo meu avô, com uma história linda em homenagem a Nossa Senhora Aparecida”, finaliza.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563. 

O casal está junto há três anos. (Foto: Renan Kubota)
O casal está junto há três anos. (Foto: Renan Kubota)