ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 26º

Comportamento

Casa terá Mamãe Noel para representar mulher que cria os filhos sozinha

Em Rio Brilhante, figura natalina virou protagonista e ganhou casa separada

Por Jéssica Fernandes | 07/12/2021 14:23
Luciane ao lado dos filhos Vitória e Enrico. (Foto: Arquivo Pessoal)
Luciane ao lado dos filhos Vitória e Enrico. (Foto: Arquivo Pessoal)

O natal do município de Rio Brilhante, a 165 km de Campo Grande, promete ser diferente e muito especial. Neste ano, a figura do Papai Noel ficou em segundo plano, pois a protagonista do evento é a Mamãe Noel, que ganhou uma casa só para ela. O significado da ação vai além do espírito natalino e tem um caráter social: trazer representatividade para as mães solos da cidade.

A costureira Luciane Gomes Wallevain, 38 anos, foi a escolhida para representar a personagem. Mãe de um casal, ela também é mãe solo e tem dois filhos, Sofia, 11 anos, e Henrico, 18 anos.

Ao Lado B, ela comentou as expectativas para dar vida a figura e como se sente com o convite. “Casou certinho, cuido da casa sozinha e aqui tem muitas mulheres nessa situação. No meu caso, crio os dois sozinha, mas tenho a participação dos pais também”, afirma.

Casa da Mamãe Noel será aberta na quinta-feira. (Foto: Arquivo Pessoal)
Casa da Mamãe Noel será aberta na quinta-feira. (Foto: Arquivo Pessoal)

Devido à pandemia, a profissional ficou desempregada de outro serviço que possuía. Além de poder representar as figuras maternas do município, Luciane também será paga pelo trabalho. Quando conversou com a reportagem, ela revelou que estava guardando segredo e que só a filha sabia. “É uma novidade, a minha filha achou legal, quer ir junto e participar. Eu tô um pouco apreensiva por nunca ter feito isso, mas é algo diferente e combina comigo”, relata.

A responsável por ter a ideia da casa e da Mamãe Noel é a empresária Liara Cansian, 33 anos. “Eu fui participar de uma reunião sobre o Natal, sou bem feministona e, na hora que comentaram, falei que deveria ter uma Mamãe Noel. São as mulheres que fazem a ceia, compram os presentes, organizam, então, queremos divulgar isso da mulher ser aquela que faz o Natal”, conta.

Ela também foi a pessoa que convidou Luciane para desempenhar o trabalho e fazer a alegria das crianças e mamães solos. “Ela estava desempregada e se disponibilizou a fazer a roupa do Papai Noel. Ela representa muito, é mãe solo, fora dos padrões estéticos, porque não é loira ou branca, então, tem essa questão também. A população adorou”, enfatiza.

Projeto do espaço interno da casa natalina. (Foto: Studio House)
Projeto do espaço interno da casa natalina. (Foto: Studio House)

Outra proposta interessante com o evento, conforme a empresária, é a possibilidade das famílias terem liberdade de criarem a própria história. “A Mamãe Noel não tem uma história folclórica, cada um vai poder criar uma que se identifique mais e de acordo com a sua realidade”, fala.

A programação do município de Rio Brilhante prevê que a chegada da Mamãe Noel ocorra na quinta-feira (09).  No dia, será realizado um passeio ciclístico para acompanhar a Mamãe Noel e show musical. Para adoçar o paladar dos visitantes, um grupo de mulheres preparou biscoitinhos natalinos.

A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura e Associação Empresarial de Rio Brilhante (AERB). O projeto da casa é assinado pelas arquitetas Rosângela Novaes e Loide Lopes.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário