ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Comportamento

Depois de título mundial, peão será recebido como herói em Ribas

Campeão do mundial de rodeios, José Vitor irá desfilar em carro aberto do Corpo de Bombeiros

Por Thailla Torres | 01/12/2020 09:47
José, campeão de rodeio, recebendo prêmio nos Estados Unidos. 
José, campeão de rodeio, recebendo prêmio nos Estados Unidos.

Depois de vencer o Campeonato Mundial da PBR 2020 (Professional Bull Riders), no Texas (EUA), o peão sul-mato-grossense José Vitor Lemes de 23 anos finalmente chegou a Ribas do Rio Pardo, sua cidade de origem, a 97 quilômetros de Campo Grande, e vai ser recebido como herói.

O peão ganhou destaque nos últimos dias após levar para casa o prêmio de um milhão de dólares do evento que é considerado a copa mundial de rodeio. Morando no Texas e à espera do primeiro filho, que teve chá de revelação em cima de touro, José, famoso como Vitinho, chegou a Mato Grosso do Sul nesta madrugada.

Desembarcou em São Paulo na manhã de ontem e veio de carro, acompanhado da esposa Amanda Rodrigues, para Ribas do Rio Pardo. Ele está hospedado em uma chácara da família, sem acesso a internet.

Familiares e amigos preparam uma surpresa para ele. José irá desfilar em carro aberto do Corpo de Bombeiros pela cidade. O início do desfile está previsto às 10 horas. Vai percorrer algumas ruas e avenidas da cidade e o término será na entrada principal do município.

Prima do peão famoso, a professora Márcia Coene, de 47 anos, diz que a família está emocionada com a chegada do campeão, que há dois anos não abraçava os familiares. “É um misto de saudade, orgulho e gratidão. A cidade está radiante pela conquista dele”, diz.

Apesar de ser uma pessoa reservada, a família diz que não abriu mão da surpresa por saber a luta do peão para chegar ao mundial. “Ele sempre foi uma pessoa determinada, inspirada no pai que sempre montou, por isso, não tinha como a gente deixar esse momento da chegada dele passar batido”.

Segundo a professora, José deve ficar em Ribas até o Réveillon e depois volta para os Estados Unidos.

Para o amigo e jornalista Rodrigo dos Santos, que passou a acompanhar a trajetória de José desde 2015, a chegada do campeão tem peso. “Ele é um cara que sempre teve muita determinação no que fez. E definiu como meta que chegaria na final de um campeonato mundial, mas a construção desse sonho foi uma caminhada muito grande, então pra gente ele é um exemplo de resiliência”, comenta.

José conheceu o rodeio através do pai, que também sempre montou. Mas com as dificuldades, devido a região não ter tantos lugares para treinar e se dedicar ao esporte, ele mudou-se para São Paulo no início da carreira para se aproximar dos rodeios. Foi no interior de São Paulo que ele conseguiu vencer campeonatos brasileiros.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário