ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, TERÇA  01    CAMPO GRANDE 30º

Comportamento

“Padroeiro da internet” é a nova Santa do Mel de Campo Grande

Relíquia de Beato Carlo, após suposto 2º milagre, tem sido ponto de peregrinação de gente de todo o Brasil

Por Lucas Mamédio | 28/10/2020 06:33
O altar feito ao beato tem recebido fieis. (Foto: Paulo Francis)
O altar feito ao beato tem recebido fieis. (Foto: Paulo Francis)

O altar em homenagem ao Beato Carlo Acutis, conhecido como "padroeiro da internet", que fica na Capela Nossa Senhora Aparecida, no Jardim Marabá, virou ponto de peregrinação para fiéis do Brasil todo. O jovem foi beatificado no último dia 10 de outubro, por um milagre realizado em Campo Grande.

A situação lembra, em vários aspectos, o fenômeno da famosa Santa do Mel, que trouxe centenas de católicos a Campo Grande nas duas décadas passadas para ver a imagem de Nossa Senhora de Fátima que derramava mel.

Tudo isso se intensificou porque no último dia 15 de outubro, poucos dias após ser beatificado, Beato Carlo teria feito seu segundo milagre, também em Campo Grande.

Uma família da Capital alega que depois da visita ao altar com a relíquia de Carlo, o filho de dois anos e sete meses, Carlos Eduardo, que tem uma lesão cerebral e se movimentava com extrema dificuldade, começou a engatinhar de modo que nunca tinha feito antes.

"A criança espontaneamente abraçou o invólucro (da relíquia). Sexta-feira à noite, a supres: a criança começou a engatinhar! Rezemos ao Carlo pedindo o pronto restabelecimento do Carlos Eduardo!", disse o Instagram oficial da Paróquia São Sebastião, cuja Capela Nossa Senhora faz parte.

A família de Carlos Eduardo não quis conceder entrevista, mas numa segunda postagem do Instagram da paróquia,  foi possível ver a criança engatinhando pela casa dos pais.

Desde então, segundo assessoria da própria paróquia, o movimento aumentou exponencialmente e já está 80% acima do que vinha sendo antes. Cada dia mais gente tem visitado a relíquia, que consiste em alguns fios de cabelo de Carlo e uma roupa com sangue do Beato.

Já conhecido como um Beato que intercede pelos jovens, não só porque morreu novo, aos 15 anos, mas porque usava a internet para catalogar milagres pelo mundo, característica inédita entre as pessoas já beatificadas, Carlo é esperança de pais e avós para livrar filhos e netos do “mal”.

Dona Regina Pereira de Almeida, de 58 anos, moradora do bairro Monte Castelo e avó de quatro netos, pedia pela vida deles durante a visita de nossa reportagem à capela.

“Vim pedir pela saúde dos meus netos, da minha família, pra livrar dos males que o mundo apresenta pra juventude. Eu creio que ele intercede por tudo isso”, diz ela.

Dona Regina visitando a relíquia. (Foto: Paulo Francis)
Dona Regina visitando a relíquia. (Foto: Paulo Francis)

Sentadas no banco da capela, Gabriela Alves da Cruz, de 13 anos, e Francisca Souza Cruz, de 64 anos, avó e neta, as duas haviam acabado de rezar para Beato Carlo no altar.

“Eu acho muito legal por ele ser tão novo assim e já ser Beato, tem muito a ver com a gente”, admite Gabriela, com timidez típica da idade.

A advogada aposentada Adriana Sá Earp e o Frei João Francisco Neto chegaram juntos para visitar a relíquia, quase uma rotina para Adriana.

“Já tenho ele (Beato Carlo) como um amigo. Sou testemunha de quanto ele tem feito barulho, veio pra sacudir a fé da gente”, explica sempre olhando e apontando pra imagem de Carlo acima do altar.

Adriana e Frei João na paróquia. (Foto: Paulo Francis)
Adriana e Frei João na paróquia. (Foto: Paulo Francis)

A capela está ficando aberta das 14h às 17h, horário local. No meio da tarde, todos os dias, com a ajuda de um tripé, Nathaly Araújo, membro da pastoral da comunicação da paróquia, realiza uma live no Instagram para que fiéis do Brasil todo possam pedir bençãos ao Beato.

As pessoas vão falando os nomes e o que elas querem e eu vou anotando nesse papel. Anoto cerca de 30 pedido por live”, conta.

Depois os papéis com os nomes e os pedidos são colocados em uma urna, de onde só sairão para serem queimados, uma forma de levar os pedidos ao céu por meio da fumaça.

Nataly conta que desde o dia 15 a audiência das lives subiu muito. Porém, ela também relata que nós últimos dias, peregrinos de todo o Brasil têm aparecido pessoalmente.

“Da semana passada pra cá recebemos gente de São Paulo, Nordeste, do Paraná, coisa que não acontecia assim em um curto espaço de tempo”.

Nataly anotando pedidos em live. (Foto: Paulo Francis)
Nataly anotando pedidos em live. (Foto: Paulo Francis)
Relíquia do Beato Carlo Acutis. (Foto: Paulo Francis)
Relíquia do Beato Carlo Acutis. (Foto: Paulo Francis)

Conforme alguns funcionários, a paróquia já se organiza para adaptar sua estrutura e aumentar a capacidade de receber fiéis. A ideia é trazer, cada vez mais, gente para visitar a relíquia.

Sobre o suposto segundo milagre, ainda não há a confirmação se ele será enviado ao Vaticano para tentar a oficialização. O processo é burocrático e envolve uma série de comprovações.

Não é uma regra fixa, mas para ser canonizado, ou seja, tornado Santo, Carlo teria que ter mais três milagres reconhecidos pelo Papa, fora o primeiro, que o tornou Beato.

Se será o caminho do jovem “milagreiro”, não sabemos, mas que, como disse a fiel Adriana, ele está “sacudindo a fé” dos católicos, isso está.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

A paróquia já se organiza para adaptar sua estrutura e aumentar a capacidade de receber fiéis. (Foto: Paulo Francis)
A paróquia já se organiza para adaptar sua estrutura e aumentar a capacidade de receber fiéis. (Foto: Paulo Francis)
Nos siga no Google Notícias