ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Comportamento

Primeira sessão de cinema na Capital começa com apenas uma família

Presença pequena de público confirma enquete que perguntou "se você já vai encarar um filminho antes da vacina"; 73% disseram não

Por Lucas Mamédio | 11/10/2020 07:22
Lúcia de amarelo o filho e a irmã (Foto: Henrique Kawaminami)
Lúcia de amarelo o filho e a irmã (Foto: Henrique Kawaminami)

A primeira sessão de cinema após sete meses de fechamento por conta da pandemia em Campo Grande começou com a presença de apenas uma família. Sonic - O filme foi exibido na sessão da rede UCI às 15h00 no Shopping Bosque dos Ipês neste domingo (10).

A enfermeira Lúcia Magna foi com o filho e a irmã ao cinema. Segundo ela, o ingresso só foi comprado depois da confirmação que a sessão não estaria lotada e que as medidas de segurança forma adotadas.

Cinema abriu a porta depois de sete meses (Foto: Henrique Kawaminami)
Cinema abriu a porta depois de sete meses (Foto: Henrique Kawaminami)

“Nós viemos ver como estava, se sentisse que estava inseguro, não compraria. Mas pelo que pude ver, tá tudo certo”.

Sobre poder curtir um cineminha depois de tanto tempo Lúcia disse que é bom “matar a saudade”. “Sempre ia no cinema com meu pequeno e esse tempos sem ir foi bem complicado porque era um programa nosso mesmo”.

A enquete do Campo Grande News deste final de semana perguntou: “você vai encarar um filminho no cinema antes da vacina contra o coronavírus?”.

A primeira sessão do UCI estar “vazia” é justificável se levarmos em conta o resultado da enquete. 73% dos que responderam disseram que “jamais” vai encarar um filme até a vacina. 27% responderam “claro”, que iriam, assim como Lúcia e sua família.

Adequações – Segundo a empresa, medidas de retorno estão sendo aplicadas em todas as salas da rede no Brasil – e aqui em Mato Grosso do Sul não será diferente. Implantaram um sistema importado de purificação do ar-condicionado que tem eficácia no controle e eliminação do vírus do covid-19 no ambiente fechado.

A higienização dos espaços também foi intensificada, além de dispensers de álcool em gel espalhados pelo complexo. Ainda, as sessões terão trailer com um vídeo explicativo de todas as mudanças e outros protocolos adotados para a segurança de clientes e funcionários. Uso de máscara, por exemplo, será obrigatório para todos.

Vários avisos foram colocados nas instalações do cinema (Foto: Hanrique Kawaminami)
Vários avisos foram colocados nas instalações do cinema (Foto: Hanrique Kawaminami)
O ingresso é validado sem contato entre funcionário e cliente (Foto: Henriqeu Kawaminami)
O ingresso é validado sem contato entre funcionário e cliente (Foto: Henriqeu Kawaminami)

Como vai funcionar? – A recomendação da UCI é de que a compra do ingresso seja feita de forma on-line, assim como produtos da bombonière – a pipoquinha está liberada para consumo. Mas o cliente também terá livre escolha para compra e retirada na hora.

Para evitar aglomeração, as salas têm limite de 50% do público, com distanciamento de 2 metros entre as poltronas. Agora, as vendas são controladas por um sistema que bloqueia automaticamente os assentos próximos aos já ocupados.

Por fim, leitura dos ingressos na entrada das salas será feita remotamente, por aproximação do celular ou do papel ao funcionário.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias