ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 30º

Comportamento

Grupo "Segredos" ficou sem aula, mas fofoca continua solta

Expondo pessoas e alguns barracos que acontecem na UFMS, página no Facebook permaneceu firme e forte durante a pandemia

Por Raul Delvizio | 30/10/2020 06:47
Na página, babado é forte (Foto: Reprodução/Facebook)
Na página, babado é forte (Foto: Reprodução/Facebook)

Confesse: em algum momento da vida, você também já deu aquela bisbilhotada faceira na página mais comprometida com a fofoca alheia. Independente de você ter estudado ou não na instituição, o "Segredos UFMS" continua sendo canal famoso e poderoso, somando mais de 30 mil confissões. E, mesmo no ano em que as aulas presenciais foram estagnadas e os corredores ficaram vazios, o fuxico continuou rolando solto.

"#Confesso que é fácil difamar alguém na faculdade quando se namora uma menor de idade que se enche de bebida alcoólica e entra no exército mentindo não ter filho", diz uma das publicações "pandêmicas". Babado? Com certeza. Se é verdade? Não há como saber. Nos comentários, há quem diga que o post foi direcionado ao administrador da página. Claro, as diversas teorias multiplicam – tudo em prol da brincadeira.

Mesmo com os corredores vazios e sem aquela azaração que tanto acontece na universidade, o "Segredos" ainda serve de ajuda pra quem precisa "tirar do peito" o segredo de uma paixão platônica.

Crush de alguém, João já foi exposto no "Segredos" (Foto: Reprodução/Facebook)
Crush de alguém, João já foi exposto no "Segredos" (Foto: Reprodução/Facebook)

"Estou apaixonado por esse gato da Engenharia Elétrica. Adorava ver ele no corredor, não me notou olhando porque sou bem discreto. Saudades de você. Onde posso te ver nessa pandemia?”, pergunta a publicação. Com 21 anos, o pernambucano João Henrique Lins Sousa – o tal crush exposto – até ficou em dúvida se era pura brincadeira de amigos ou se alguém realmente estava afim dele.

"Mas, independente disso, eu acho uma coisa boa, não encaro de forma negativa. É diferente, porque a gente nunca espera que saia uma postagem sobre você. Tiveram até alguns 'amei', mas acabei que não falei com ninguém no privado", afirma E essa história ficou por isso mesmo.

Estudante pernambucano João Henrique, de 21 anos (Foto: Arquivo Pessoal)
Estudante pernambucano João Henrique, de 21 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

Há quem já passou pelo outro lado da moeda. Anahi Escobar, estudante de Biologia de 21 anos, teve o relacionamento divulgado na página consecutivas vezes, o que na época foi "extremamente desagradável".

"Até o administrador da página me mandou mensagem no privado, ele ficou abismado com o número de segredos contra mim e meu relacionamento. Apesar de ser muito legal e divertido, o 'Segredos' tem esse outro lado perverso, que muita gente usa o anonimato pra espalhar mentiras", considera. "E por ser uma página bem conhecida na comunidade universitária, tudo se espalha muito rápido", acrescenta.

Estudante de Biologia, Anahi também já foi "terrivelmente" exposta (Foto: Arquivo Pessoal)
Estudante de Biologia, Anahi também já foi "terrivelmente" exposta (Foto: Arquivo Pessoal)

O Facebook já reconhece Anahi como uma "Super Fã" do Segredos UFMS, pela sua interação com o canal. Mesmo que lá no começo da pandemia a página tenha dado uma parada nas publicações – como aconteceu com o resto do mundo –, a bisbilhotagem alheia

"Continua forte porque acima de tudo é uma forma de diversão e desabafo dos estudantes. Mesmo estudando à distância, ainda temos problemas, intrigas e sempre alguma opinião com relação à faculdade, o curso, professores e administração", diz.

Memes e bom humor são o que não faltam (Foto: Reprodução/Facebook)
Memes e bom humor são o que não faltam (Foto: Reprodução/Facebook)

Canal não oficial – É claro que o Segredos UFMS não se trata do meio oficial de comunicação da instituição, até mesmo porque – se tratando de um espaço na internet – "caiu na rede, é peixe".

Para o jovem Davi Rodrigues, estudante de licenciatura em Letras, a página é "muito interessante". Mesmo não sendo considerada um lugar legítimo de comunicação, pelo menos para a UFMS, ainda sim tem sua importância na comunidade acadêmica.

"Os alunos apontam problemas seríssimos nas confissões. Pode ser um lugar de fofoca, difamação ou até mesmo de brincadeira, de encontrar seu crush, mas existem pautas que são lançadas apenas por lá. É um lugar de discussão válido como qualquer outro", comenta.

Davi faz parte do Centro Acadêmico do curso de Letras UFMS (Foto: Arquivo Pessoal)
Davi faz parte do Centro Acadêmico do curso de Letras UFMS (Foto: Arquivo Pessoal)

Davi explica que a UFMS foi uma das poucas universidades do país a continuar seu ensino – como está até hoje – de forma remota durante a pandemia. Então, o jovem de de 19 anos considera que o "Segredos" se manteve muito mais do que um além da social.

"Nossa interação no espaço digital se ampliou muito, se a gente já estava assim agora muito mais. A distância entre a página e uma aula on-line é de apenas um clique. Tem muita pergunta e busca por informação justamente nesse período confuso que o mundo vive".

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Mas afinal, quem criou o Segredos UFMS? Os rumores até hoje correm soltos. A estudante paraense Carla Andréa Soares, de 20 anos, confessa estar "louca para saber", mesmo que considera a página sempre de muita "banalidade".

"Dizem que foi alguém do Jornalismo, porque esse boato já existe há muito tempo por trás dos bastidores. Tecnicamente, somos os 'fofoqueiros' do campus. Sempre vão mirar na gente. Mas eu não duvido disso realmente ter acontecido", reflete.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Carla ama conferir as brincadeiras e os "crushes" expostos no Segredos UFMS (Foto: Arquivo Pessoal)
Carla ama conferir as brincadeiras e os "crushes" expostos no Segredos UFMS (Foto: Arquivo Pessoal)
Estudante de Jornalismo, Carla até admite que já escutou o rumor de o administrador da página ser um egresso do próprio curso (Foto: Arquivo Pessoal)
Estudante de Jornalismo, Carla até admite que já escutou o rumor de o administrador da página ser um egresso do próprio curso (Foto: Arquivo Pessoal)
Nos siga no Google Notícias