ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Comportamento

Taxista, Macalé usa ofício pra pegar latinhas e comprar brinquedos

As latinhas serão vendidas e o dinheiro usado na compra de briquedos para crianças carentes durante o Natal

Por Lucas Mamédio | 24/11/2020 07:12
Macalé colcando as latinhas no táxi (Foto: Arquivo Pessoal)
Macalé colcando as latinhas no táxi (Foto: Arquivo Pessoal)

Um taxista em Três Lagoas Emerson Rogério Bispo, conhecido como Macalé, de 45 anos, está aproveitando seu ofício para recolher latinhas na rua, vendê-las e assim arrecadar dinheiro e comprar brinquedos para crianças carentes da cidade.

“E gente anda muito e sempre vejo muitas latinhas jogadas. Então no intervalo entre uma viagem e outra vou recolhendo. Agora que comecei já tem muita gente ame ajudando, trazendo pra mim”, conta Macalé.

Macalé coloca até no banco de trás no intervalo das viagens (Foto: Arquivo Pessoal)
Macalé coloca até no banco de trás no intervalo das viagens (Foto: Arquivo Pessoal)
OUtro projeto foi as garrafas com sabão (Foto: Arquivo Pessoal)
OUtro projeto foi as garrafas com sabão (Foto: Arquivo Pessoal)

Faz mais ou menos uma semana que Macalé começou com essa iniciativa, que pretende levar até o dia 20 de dezembro. “Aqui em Três Lagoas temos muitos bairros com crianças carentes, já mapeamos alguns e agora só tentar arrecadar o máximo possível para ter o maior número de brinquedos”.

Macalé é um velho conhecido da comunidade três-lagoense. Esse já é o terceiro projeto dele de solidariedade. Seu primeiro projeto foi em abril, logo no início da pandemia, quando ele distribuiu garrafas de água com sabão por diversas ruas de Três Lagoas. A intenção era proporcionar às pessoas a possibilidade de higienização constante por conta da pandemia do novo coronavírus.

Lixo recolhido na Cascalheira (Foto: Arquivo Pessoal)
Lixo recolhido na Cascalheira (Foto: Arquivo Pessoal)

“Vi que muita gente não tinha como se higieniozar e nem sabia como, então enchi algumas garrafas pet com água e sabão, outras só com água pra ter onde enxaguar e deu super certo”. Agora, já com uma estrutura maior para enfrentar esse momento, o projeto cessou.

Outra iniciativa de Macalé, e a segunda, é a limpeza da Cascalheira, um lugar de trilha que acumula muito lixo de quem passa por lá. “Faz mais ou menos uns dois meses eu reuni um grupo de pessoas que periodicamente vai até o local e recolhe o lixo. Também estamos tentando fazer um trabalho de conscientização para que as pessoas não joguem mais lixo lá”.

Quem estiver em Três Lagoas ou região e quiser ajudar Macalé, o número dele é (67) 99256-6627.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário