A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

06/11/2019 08:22

“Papoulinha” despertou amor de mãe, que faz roupas exclusivas para a filha

Pamela Leandro aprendeu a costurar para dar conforto e estilo a Helena, e modelinhos fizeram tanto sucesso que ela montou ateliê

Alana Portela
Helena dando um beijinho na mãe, Pamela Leandro (Foto: Sarah Garcia)Helena dando um beijinho na mãe, Pamela Leandro (Foto: Sarah Garcia)

A maternidade fez Pamela Leandro florescer. Há dois anos ela deu à luz a Helena, a “papoulinha” que despertou o seu amor incondicional. O carinho pela pequena não coube no peito e a mãe transformou em costura, fazendo roupinhas exclusivas para a pequena. “São peças feitas de Tricoline, bem fresquinhas para o clima de Campo Grande”, diz.

Ela é mãe de primeira viagem, tem 31 anos e gosta de costura. “Adoro roupa artesanal e sempre tive vontade de ter uma máquina de costura e fazer roupas, mas o desejo aumentou após me tornar mãe”, conta. “Meu marido me incentivou e eu conversei com a costureira onde comprava a roupa da Helena, que também ajudou”.

Pam, como também é conhecida, trabalha fora, porém quis aproveitar o tempo em casa para tirar algumas ideias do papel. Começou costurando um vestidinho em janeiro deste ano, para Helena usar em uma festa de aniversário. “Segui um tutorial na internet, busquei dicas de acabamento. Entrei num grupo nas redes sociais e comecei a pedir ajuda sobre como fazer tal roupa”.

Helena usando um modelo de vestido feito pela mãe (Foto: Arquivo pessoal)Helena usando um modelo de vestido feito pela mãe (Foto: Arquivo pessoal)
A pequenina também ganhou outro modelo, na cor azul (Foto: Arquivo pessoal)A pequenina também ganhou outro modelo, na cor azul (Foto: Arquivo pessoal)

O modelinho deixou a filha estilosa e só foi à mãe chegar ao local da festa com a pequena, que fez sucesso. Não demorou muito, e logo surgiram pedidos. “Os parentes viram e encomendaram”, diz.

A mãezona aceitou o desafio de fazer modelos para vender e colocou a “mão na massa”. Foi sobre a mesa da sala que ela montou o seu “Ateliê Papoulinha”, onde costuma passar as noites e finais de semana costurando, após a filha dormir. “Nasce uma mãe, nasce uma empreendedora”, brinca.

O nome do empreendimento é especial, em homenagem a filhota. “Quando estava grávida, baixei um aplicativo para saber o tamanho do bebê. Na época, o app informou que era uma sementinha de papoula. Mandei um print pra minha prima e ela disse que era minha papoulinha e até deu um presente escrito papoulinha”, lembra.

Helena experimentando capuz vermelho da Chapeuzinho (Foto: Arquivo pessoal)Helena experimentando capuz vermelho da Chapeuzinho (Foto: Arquivo pessoal)
O ateliê improvisado é sobre a mesa da sala (Foto: Arquivo pessoal)O ateliê improvisado é sobre a mesa da sala (Foto: Arquivo pessoal)
O presente com o nome Papoupinha (Foto: Arquivo pessoal)O presente com o nome Papoupinha (Foto: Arquivo pessoal)

Em pouco tempo, Pam conseguiu criar modelos de macacão, conjuntinho de blusa e short, vestidos e cada par leva o nome de uma planta. “Como tudo começou com papoula que é dá flor, então dei os nomes diferentes também”, explica.

Tem o conjunto de blusa e short Jasmim, que é uma peça com babadinhos em volta na manguinha da camiseta. Tem o macacão de alecrim feminino e o de cravo, para os meninos. Os tecidos são comprados em Campo Grande, de acordo com as encomendas e Pam ainda faz roupas com temas de animação, como o vestidinho da cowgirl Jessie de Toy Story e a chapeuzinho vermelho.

“A minha maior motivação é fazer roupas que as crianças usem por mais tempo, que sejam únicas e permitam que elas se movimentem, sem incomodar. Com a minha filha aprendi na prática tudo o que facilita a vida de uma mãe e o quanto é chato abrir mão de uma roupinha usada poucas vezes”, afirma.

O valor das roupinhas varia conforme o tamanho e modelo, a peça de alecrim é mais em conta e vai de R$ 29,90 a R$ 50,00. No entanto, outros modelos podem chegar até R$ 150,00. A vontade da mãezona é aproveitar a infância da filha e se der certo, pretende se dedicar mais a empresa trabalhando de casa, para passar mais tempo com a filhota.

Serviço - As encomendas podem ser feitas pelo contato (67) 9253-5759.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

Macacão modelo Cravo para os meninos (Foto: Arquivo pessoal)Macacão modelo "Cravo" para os meninos (Foto: Arquivo pessoal)
Macacão da Chapeuzinho Vermelho (Foto: Arquivo pessoal)Macacão da "Chapeuzinho Vermelho" (Foto: Arquivo pessoal)

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.