ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  03    CAMPO GRANDE 24º

Consumo

De sapato a luvas, professoras usam criatividade para criar brinquedos

Marcirene Vaz e Letícia Santos estimulam a coordenação motora de crianças por meio de brinquedos adaptados

Por Vanessa Ayala | 15/08/2021 09:20
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Quando o assunto é brincadeira, Marcirene Vaz, de 38 anos e Letícia Santos, de 24, dão show. As professoras utilizam os brinquedos pedagógicos como forma de potencializar a aprendizagem e transformar a vida de crianças.

“Nós criamos brinquedos que estimulam as crianças a aprender, não só um brinquedo por brinquedo, algo para se divertir e proporcionar aprendizagem”, destaca Marcirene.

Brinquedos pedagógicos da loja Abracabum. (Foto: Reprodução Redes Sociais)
Brinquedos pedagógicos da loja Abracabum. (Foto: Reprodução Redes Sociais)

“Em nossas aulas, sempre levávamos brinquedos que exercitam a coordenação motora e a gente percebia que as crianças iam aprendendo, no começo, os brinquedos eram usados para crianças com deficiência, mas depois, nós fomos percebendo que poderia ser usado no nível educacional como um todo, para crianças em geral”, acrescentam

O início da caminhada não foi fácil lembra Marcirene. “Eu tive um problema de saúde e me afastei do trabalho, com isso, surgiu a ideia de tirar o sonho do papel e montar a loja de brinquedos pedagógicos. No começo, eu tinha muito medo, achava que a gente não ia conseguir, por conta da minha saúde, mas a Letícia me incentivou muito e nós começamos a planejar a loja”.

O sonho realizado este ano, virou negócio e as duas comercializam 18 modelos de brinquedos, produzidos artesanalmente por elas e pensados na necessidade de cada criança.

Luvinha infantil para coordenação motora. (Foto: Reprodução Redes Sociais)
Luvinha infantil para coordenação motora. (Foto: Reprodução Redes Sociais)

“Observando os alunos, vimos que algumas crianças não conseguiam pegar no lápis, então nós elaboramos a luvinha para estimular a coordenação das crianças”.

Outro brinquedo que tem chamado a atenção das famílias é o sapato interativo, que além de trabalhar a coordenação motora, ensina a criançada a amarrar cadarço de forma independente e criativa.

Além de estimular a aprendizagem e coordenação motora, a professora destaca que tem por objetivo possibilitar o convívio social da criança com as famílias.

“Queremos que as famílias brinquem com seus filhos, com as suas crianças, hoje em dia, infelizmente, isso quase não existe. Eu tenho um filho de cinco anos e isso mudou muito a minha relação com os brinquedos e brincadeiras, é um momento de conexão com a criança”, conta.

“O nosso sonho é despertar nas pessoas a respeito do brincar, nós vamos ficando adultos e a gente esquece como é magico e como é divertido brincar, queremos despertar essa memória afetiva nos pais”, pontua.

Brinquedo adaptado da loja Abracabum. (Foto: Reprodução Redes Sociais)
Brinquedo adaptado da loja Abracabum. (Foto: Reprodução Redes Sociais)

Em breve, a dupla também vai dar suporte através de vídeos explicativos nas redes sociais. “Vamos dar o suporte com vídeos, ensinando qual o objetivo do brinquedo, ensinando a manusear e como essa criança pode ser beneficiada no âmbito escolar”.

De acordo com a professora, os brinquedos também podem ser utilizados por profissionais da saúde, terapeutas ocupacionais, psicólogas e psicopedagogas.

Quem tiver interesse pelos brinquedos, o contato é pelo Instagram (clique aqui).

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário