A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/11/2017 07:25

Na base da troca, Karla organiza brechó virtual para ajudar quem precisa

As roupas do Bazar do Bem podem ser trocadas por alimentos que serão doados para famílias carentes

Lucas Arruda
Há cerca de seis meses Karla publicou roupas para trocar por alimentos no Facebook e não parou mais com a ação (Fotos: Paulo Francis)Há cerca de seis meses Karla publicou roupas para trocar por alimentos no Facebook e não parou mais com a ação (Fotos: Paulo Francis)

Desde a infância, a analista financeira Karla Martinez conviveu com a generosidade de perto. Hoje, com 25 anos, ela organiza o “Bazar do Bem”, para trocar por alimentos peças de seu próprio guarda-roupa ou que foram doadas pelos amigos. Os alimentos são entregues para famílias que vivem na periferia de Campo Grande.

Quando criança, Karla conviveu com o pai alcoólatra. Ele decidiu se tratar e quando estava melhor começou a ajudar outras pessoas que tinham o mesmo problema. “Ele montou uma barraca de lona no quintal de casa, pegava moradores de rua que tinham vícios e colocava lá. Dava comida para eles, roupa, banho, tudo. Neste momento acho que foi plantada uma sementinha em mim de querer ajudar o próximo, me encantei por este gesto”, conta ela orgulhosa.

Desde criança Karla gostava de ajudar o próximoDesde criança Karla gostava de ajudar o próximo

Com o tempo, a casa em que vivia acabou se tornando um ponto de doações do bairro, já que todo mundo sabia que ali eles ajudavam as pessoas. “Os moradores começaram a deixar roupas e alimentos com a gente, aí começamos a levar tudo o que ganhávamos para famílias mais necessitadas”, recorda.

Os anos passaram e a vontade de ajudar só aumentou. Há cerca de um ano, o irmão de Karla criou o grupo para arrecadação de alimentos “Orando Dentro de Casa”, para que os participantes arranjassem formas de continuar doando as famílias carentes.

Cada integrante pode fazer a arrecadação do jeito que quiser, seja pedindo para parentes, amigos ou empresas. Karla arranjou um jeito diferente de conseguir os alimentos. “Há uns 6 meses fiz um limpa no meu guarda-roupa. Separei as peças que não iria mais usar e decidi trocá-las por alimentos. Publiquei no Facebook e rapidamente apareceu um monte de gente querendo, foi um sucesso”, afirma.

A ideia era fazer isso uma única vez, mas como todo mundo gostou e muita gente pediu para que ela fizesse de novo ela decidiu fazer disso algo recorrente. “Acabei gostando e acho interessante porque é uma forma de me ajudarem e o doador também é beneficiado, ele está adquirindo algo em troca”, pontua.

Na página do bazar no Facebook é possível encontrar vestidos, saias, blusas, calças e sapatos. “Calçados saem muito rápido é o que mais querem. Eu faço uma avaliação da peça que coloco lá, se avalio um vestido em R$ 30 peço 3 pacotes de arroz”, exemplifica.

O grupo vai atrás da família que recebe as doações, para saber se realmente têm necessidade. “Fazemos uma pesquisa, levantamos um histórico, não dá pra ir doando assim pra qualquer um é só pra quem precisa mesmo”, enumera.

Além dos alimentos Karla também recebe doações de roupas para colocar no bazar. As peças podem ser encontradas em página do Facebook clicando aqui.

Acompanhe o Lado B no Facebook e no Instagram.

Estão disponíveis no bazar vestidos, blusas, calças, saias, calçados.Estão disponíveis no bazar vestidos, blusas, calças, saias, calçados.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.