ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Consumo

Na briga com as rugas, yoga facial vira moda e disputa com o botox

É fazendo careta que adeptos ao exercício dizem que há resultados, que ajudam até a dar adeus ao preenchimento

Por Thailla Torres | 12/11/2021 06:45
Aline fazendo movimentos que parecem caretas, mas tem efeitos na musculatura da face.
Aline fazendo movimentos que parecem caretas, mas tem efeitos na musculatura da face.

Além da yoga corporal para quem busca equilíbrio ou um tanquinho invejável, agora, o mercado bomba com técnica para quem deseja fugir da aparência envelhecida: a yoga facial. Tem gente que não acredita no resultado do exercício, mas não faltam adeptos que provam que ela virou moda.

Uma douradense que vive nos Estados Unidos viu a vida financeira e emocional dar uma guinada depois que resolveu transformar as caretas em frente ao espelho em negócio.

Pelos movimentos dos lábios para todos os lados e a pressão dos dedos sobre a face, Aline Senatore garante a qualquer rosto enrugado um efeito mais “jovial” em 40 dias. Isso porque, segundo a professora, os movimentos que trabalham a musculatura e a circulação sanguínea também fazem efeito no rosto, semelhante ao yoga corporal.

Ela diz que venceu o tormento das rugas com o exercício.
Ela diz que venceu o tormento das rugas com o exercício.

Mas para que isso aconteça, é preciso um ritmo de exercício de diário e disposição para fazer os movimentos no tempo correto, sem vergonha de fazer careta. E dá para fazer os movimentos em qualquer lugar, sem a desculpa da falta de tapetinho para o exercício.

O “botox natural de dedo”, como Aline chama o procedimento, também vai além da estética. “Ela transforma o que mais importa, nossa autoestima. Tenho alunas que sofreram de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e tiveram metade da face paralisada. E depois de 40 dias, já tiveram praticamente 100% dos movimentos de volta”.

Há clientes que faziam botox, fios de PDO e preenchimentos, que também trocaram os procedimentos pela yoga. É o caso da Marina e da Talita.

A advogada Talita Volpi Deus Dib, de 37 anos, conheceu a yoga facial buscando algo mais natural e que funcionasse contra o envelhecimento. “Já fui adepta de preenchimento nos olhos e não gostei do resultado. Conheci o método e foi incrível. Os resultados aparecem muito rápidos”, afirma.

Marina Lo Presti, também uma das alunas, sempre exercitou o corpo e sentia uma necessidade enorme de buscar uma transformação no rosto. “Eu tenho o corpo de uma pessoa nova e o rosto não acompanha. E o yoga caiu como luva, porque automaticamente tive uma transformação nele”, diz.

O exercício, inclusive, virou aliado no abandono de procedimentos com uso da química. “Eu já fiz preenchimento, botox, mas nunca fiquei satisfeita. A yoga facial fez eu me sentir melhor, porque o meu músculo da face está respondendo”, garante.

Já a sul-mato-grossense que vive há sete anos em Boston (EUA) diz que enfrentou resistência do público até emplacar a yoga facial com negócio. “As pessoas falavam mal, dizendo que eu estava inventando e minhas amigas que viam meu rosto diferente achavam que eu estava mentindo”

Aline foi atrás do yoga facial depois de se olhar no espelho e não aceitar as rugas. “Cogitei fazer botox, mas custam 800 dólares e o procedimento é passageiro. Lamentando-me no espelho, lembrei que a minha tia ficava batendo na papada, comecei a procurar a técnica e decidi fazer”.

Ela diz que entrou tão sem esperança, que nem tirou foto do antes. “Mas em 20 dias, eu senti mudanças no meu rosto. Meses depois, resolvi fazer cursos, me especializar e me tornar professora”.

Hoje, as aulas são feitas todas on-line e Aline atende clientes de diferentes regiões do mundo, mas muitas são de Mato Grosso do Sul. Para entrar em contato com ela clique aqui.

E o movimento tem feito mulheres abandonarem preenchimentos e botox.
E o movimento tem feito mulheres abandonarem preenchimentos e botox.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário