A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

17/04/2018 08:18

Restaurante aposta em “loteria da comida” para quem acertar R$ 13 na balança

Em dois anos apenas duas mulheres acertaram o valor e conseguiram comer "na faixa" no lugar

Guilherme Henri
Placa do outro lado da rua lança o desafio quem acertar R$ 13 na balança come de graça (Foto: Saul Schramm)Placa do outro lado da rua lança o desafio "quem acertar R$ 13 na balança come de graça" (Foto: Saul Schramm)

Na Rua Alegrete, restaurante apostou na velha propaganda do acerte o peso para conquistar a clientela. Do outro lado da rua, a placa lança o desafio: “Acerte o valor de R$ 13 na balança e ganhe sua refeição grátis”. Para alguns, pode até parecer fácil, mas em dois anos apenas duas sortudas acertaram na “Mega-Sena” da refeição e comeram “na faixa”.

Com fome e movidos pelo desejo de levar o prêmio, os clientes do lugar garantem: “Estamos chegando perto”. Contudo, o dígito 5 para mais ou para menos, insiste em atrapalhar quem está querendo comer de graça.

A dona do Restaurante 3 Sabores, Andrea Domingos, conta que a ideia surgiu como uma brincadeira. Segundo ela, 13 é seu número da sorte e como os valores da casa são populares, com a cifra é possível comer “um bom prato”.

“O valor seria o equilíbrio. O cliente consegue fazer uma refeição balanceada”, diz a proprietária que já fez o teste na balança.

Cliente ultrapassou a marca de R$ 13 e não conseguiu faturar a refeição de graça (Foto: Saul Schramm)Cliente ultrapassou a marca de R$ 13 e não conseguiu faturar a refeição de graça (Foto: Saul Schramm)
Apostador Douglas e dona do restaurante Andrea (Foto: Saul Schramm)"Apostador" Douglas e dona do restaurante Andrea (Foto: Saul Schramm)

Mas tem gente que leva a sério o desafio. Andrea comenta que os clientes comemoram ou se desapontam quando ficam mais próximos ou distantes do valor almejado. “No ano passado duas mulheres, em datas diferentes, acertaram. Foi uma festa”, afirma.

Quem está no pareo pelo prato premiado é Brenda Silva Santos, 21 anos. A jovem almoça quase todos os dias há um ano no lugar e lamenta a derrota diária para a balança. “Até agora o mais perto que cheguei foi na semana passada, com a marca de R$ 12,70”. Além disso, Brenda conta sem esconder o riso: “Sempre acabo ultrapassando os R$ 13”.

Já Douglas Silva, 47 anos, frequenta o restaurante desde o início e jura que na verdade gostaria de não acertar o valor. “Se eu não bater R$ 13 quer dizer que estou comendo menos. Mas, tudo que consegui até agora foi um R$ 13,25”, conta o rapaz dando gargalhadas.

Para eles, Andrea dá a dica: um prato que bateria os R$ 13 pode levar um pouco das 14 saladas, arroz, feijão, carne e um só um pouquinho de alguma massa. O conselho, pelo visto indica que o candidato ao prêmio precisa comer bastante.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.