A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

10/06/2018 07:20

Bairro tem tradição de Copa do Mundo que nem 7 a 1 foi capaz de apagar

Thailla Torres
Decoração já está sendo preparada há dias por amigos e familiares de Evandir. (Foto: Thailla Torres)Decoração já está sendo preparada há dias por amigos e familiares de Evandir. (Foto: Thailla Torres)

O cenário costuma ser o mesmo a cada quatro anos, pelo menos, no Núcleo Piratininga, em Campo Grande. Se muita gente anda falando em desanimo para essa Copa do Mundo de 2018, isso não cabe aos moradores da rua 9 de Julho que pela terceira vez vão festejar os jogos da seleção brasileira até a final da disputa mundial e com diversão aberta ao público.

O bairro começa a se vestir de verde e amarelo nesta semana, com bandeirinhas, fitas recortadas e iluminação especial para receber o público a partir do dia 17 de junho, domingo, com estreia do Brasil contra a Suíça, às 14h de Mato Grosso do Sul.

A tradição começou em 2010 pelo presidente da Associação de Moradores do Piratininga, Evandir Borges Soares, de 43 anos, que mantém uma área na porta de casa sempre limpa para receber os jogos a cada quatro anos. "Eu joguei futebol durante muito tempo e sempre foi uma paixão. E quem é brasileiro de verdade tem que torcer e ter fé na nossa Seleção Brasileira", afirma.

Evandir é líder comunitário, com dedicação herdada do pai. Evandir é líder comunitário, com dedicação herdada do pai.

Por isso tudo começou com um churrasquinho e decoração especial na porta de casa. "A gente coloca um telão, faz um espetinho e o pessoal fica curtindo até o fim do dia", conta.

Se o Brasil ganha ou não cada partida, o importante é acabar com o sofrimento através da música. "Naquele fatídico 7 a 1, por exemplo, teve gente que chorou. Mas eu coloquei um grupo de samba que fez todo mundo esquecer o sofrimento e aproveitar a festa". 

Esse ano o coração está batendo mais forte, ele conta. "Eu sinto que o Brasil vai ganhar essa. Todo ano de Copa a gente acredita nisso, mas dessa vez eu acho que vai ser diferente".

Para isso ele investiu ainda mais na diversão que movimenta a comunidade inteira no Núcleo Piratininga. "Mandei fazer dois banheiros para ninguém gastar com banheiro químico e decidi abrir uma conveniência na porta de casa. Vai ter espetinho e cervejinha à venda pra todo mundo".

A decoração já está sendo feita pela família e os amigos há dias. Nesta semana trudo vai ser pendurado nas árvores que ganharam cercado de madeira especial neste ano. "Vai ter até um lounge para os narguileiros", diz.

Evandir conseguiu autorização na Agetran (Agência Municipal de Trânsito) para interditar a rua nos dias de jogo da Seleção Brasileira e acredita que vai divertir os moradores até o último dia de mundial. Tradição que veio também para continuar o legado do pai, Manoel Soares, que partiu em 2000 e amava reunir a comunidade.

"Meu pai foi um dos primeiros líderes comunitários da cidade. Todo mundo o conhecia e era sempre muito engajado nos movimentos do bairro. Estamos há 40 anos nessa região e aqui todo mundo gosta de festa".

Quem quiser participar da comemoração. A festança vai acontecer na Rua 9 de Julho, entre avenida Bandeiras e Rua Anhumas. No Núcleo Piratininga.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.