ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 

Diversão

Conheça as drag queens que levam o Japão para o salto alto e a peruca

Drags de MS batalham on-line em corrida que já teve até “paredão falso"

Por Letícia Ávila | 19/03/2021 06:09
Primeiro episódio teve até um "paredão falso" ao estilo BBB (Foto: Reprodução/Facebook)
Primeiro episódio teve até um "paredão falso" ao estilo BBB (Foto: Reprodução/Facebook)

A nova e sétima edição da Corrida das Drag, competição de drag queens de Mato Grosso do Sul, chega mais uma vez em versão on-line, pela pandemia, mas com o mesmo glamour, profissionalismo e arte das épocas presenciais. Uma das cinco artistas sul-mato-grossenses levará o troféu "Pantanal Super Star".

A estreia oficial será no próximo domingo (21), às 12h (horário local), pelo canal no YouTube. O tema deste ano é Japão, pela influência do país na cultura de Campo Grande, cidade com uma das maiores colônias japonesas no Brasil.

As participantes desta edição já participaram até de um “paredão falso” no último domingo (12), com um primeiro desafio de montagem de cosplay, mas sem eliminação. São elas: Katharina, Kaori Nana, Amanita Muscaria, Bruandra Guel, e Afro Queer. Os desafios são um mistério, sendo revelados durante a transmissão ao vivo do programa.

Meriju Silva, apresentadora e uma das idealizadoras da Corrida das Drag, conta que toda a equipe vem se surpreendendo com o nível de produção das drag queens que encaram os desafios da competição. “Quando chamamos novas gatas ficamos na dúvida do que vai ser possível apresentar, do que vamos receber. As 5 deste ano superaram e muito nossas expectativas e olha que eram altas. Elas estavam com as montações muito bem finalizadas e, no geral, todas foram muito boas”, avalia Meriju.

Também são jurados:  Rana Forato, jurada fixa, e Alex Tominaga, jurado convidado idealizador da Parada Nerd em Campo Grande. Além do tão esperado trófeu, o prêmio para a campeã é de R$ 1 mil e a segunda colocada fica com R$ 500.

Conheça as drags queens participantes:

Candidata Amanita Mascária (Foto: Reprodução/Instagram)
Candidata Amanita Mascária (Foto: Reprodução/Instagram)

Amanita Mascária – Quem dá vida à essa personagem é o estudante de arquitetura Leo, de 22 anos. Ela tem como influências principais a cultura fashion, filmes, terror, animações e principalmente a natureza. “Gosto do biomimetismo, que é você imitar os padrões da natureza, de insetos a plantas, e principalmente coisas tóxicas, porque tudo que é tóxico te avisa que é tóxico, tem cores vibrantes”.

Além disso, ela vê na produção artesanal, com reciclagem e patckwork, uma possibilidade de criação. “Minhas referências são séries como 'Hoje é Dia de Maria' e 'Castelo Rá-Tim-Bum', que trazem a reciclagem e o artesanato para compor os cenários e as personagens”.

Citando a perspectiva antropofágica de Tarsila do Amaral, Amanita diz que gosta de recriar. “Eu não estudei moda, o que eu faço é observação e cópia através da minha visão. Gosto de consumir algo refinado e cuspir da minha maneira com os materiais acessíveis a mim, como usando o papel paraná, que custa cinco reais. Consigo olhar e recriar da minha maneira”.

Candidata Bruandra Guel (Foto: Reprodução/Instagram)
Candidata Bruandra Guel (Foto: Reprodução/Instagram)

Bruandra Guel – Com 24 anos, Bruno Andraguel se inscreveu no concurso para se desafiar. “Comecei há pouco tempo no universo drag. Espero aprender muitas coisas, até com minhas irmãs sushis”.

Suas primeiras influências vieram de Ru Paul’s Drag Race, sendo Nina Flowers,Nina Bo’nina Brown, Crystal Methyd e Utica. Do movimento nacional, ela se inspira em Silvetty Montilla, Marcia Pantena e Miss Biá. “São drags que eu olho e penso: um dia quero estar nesse nível!”.

Candidata Katharina (Foto: Reprodução/Instagram)
Candidata Katharina (Foto: Reprodução/Instagram)

Katharina – Com influências de Hollywood, Luis Fernando dá a vida à Katharina. Com 23 anos, ele espera encontrar novos talentos dentro de si e evoluir com o aprendizado do concurso. “Espero crescer com os novos desafios das semanas”.

Suas influências são clássicas, voltadas para a era de ouro de Hollywood, com Marilyn Monroe e Audrey Hepburn, mas também inspiradas no presente. “Adoro bandas pop dos anos 90, essa mistura de Brasil 2000 com Brasil 1990, pego tudo isso e mesclo para criar a Katharina”.

Candidata Kaori Nana (Foto: Reprodução/Instagram)
Candidata Kaori Nana (Foto: Reprodução/Instagram)

Kaori Nana – Se o tema é Japão, para João Macena, que interpreta Kaori, fica até um pouco mais fácil participar do concurso. Declarada otaku e k-popper, a artista de 26 anos busca trazer um pouco da cultura asiática para o universo Drag Queen.

Ela é natural de Ponta Porã, mas mora em Campo Grande. Usando essa influência, Kaori se inspira nas divas do Kpop, tanto cantoras quanto artistas da moda. “O mais importante é trazer a visibilidade da arte Drag Queen e manter viva a cultura LGBTQIA+”, destaca.

Candidata Afro Queer (Foto: Reprodução/Instagram)
Candidata Afro Queer (Foto: Reprodução/Instagram)

Afro Queer – Interpretada por Emiliano Mateus, se tem uma coisa que sua personagem tem é posicionamento. “Espero oportunidade e visibilidade do concurso, para ser ouvida onde se possa discutir gênero, sexualidade e raça a partir de uma perspectiva da Drag Queen”.

Além de achar importante discutir questões de corpo, afetividade, arte e cultura, a artista espera que o concurso ajude a desmistificar a arte Drag, que “pode ser feita por todxs”.

Suas referências vem das artistas, travestis e trans perto de si, além de personagens nacionais. “São pessoas que eu admiro, bichas que compõem meu dia a dia, travestis que estão nas ruas lutando para existir e outras. Como referências, tenho também inspiração na Liniker, Linn da Quebrada, Jupi do Bairro, Danny Bond e outras do rap”.

Você pode acompanhar a Corrida das Drag pelas redes sociais.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário