ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 32º

Diversão

Fim de semana é de teatro ao vivo e caminhada pelo pôr do sol

Cantor de sertanejo prepara live neste domingo direto do Rio Paraguai, enquanto que na Capital outros eventos preenchem o sábado

Por Raul Delvizio | 21/11/2020 07:40
Luan Santana em uma de suas idas ao Pantanal sul-mato-grossense (Foto: Reprodução/Instagram)
Luan Santana em uma de suas idas ao Pantanal sul-mato-grossense (Foto: Reprodução/Instagram)

Sábado e domingo tem programação especial para quem busca diversão. Amanhã finalmente a live de Luan Santana em prol do Pantanal. O show vai ser exibido pelas redes sociais do cantor direto do Rio Paraguai. Já em Campo Grande, o fim de semana ainda conta com teatro ao vivo pelo Teatral Grupo de Risco, apresentações pelo Som da Concha, oficina de arte e até encontro durante o pôr do sol no Morro do Ernesto. Confira a agenda:

Luan veste a roupa que será leiloada no dia da live (Foto: Reprodução/Facebook)
Luan veste a roupa que será leiloada no dia da live (Foto: Reprodução/Facebook)

O Pantanal Chama – A live do cantor de sertanejo Luan Santana pretende arrecadar fundos para o movimento de mesmo nome, da instituição SOS Pantanal – a qual o campo-grandense é padrinho. O artista acompanhou os últimos meses de queimadas e destruição do bioma pantaneiro, e decidiu fazer algo à respeito. O show vai ocorrer em pleno Rio Paraguai, diretamente de uma chalana, com exibição ao vivo pelas redes sociais de Luan e também das organizações participantes.

Ainda, Luan também fará o leilão de um de seus figurinos usados em seu mais recente DVD – "Viva" – gravado em Salvador (BA). A doação do montante arrecadado será revertida para a instituição Arara Azul.

No domingo (22), às 17h (horário de MS), pelo canal do YouTube do cantor.

Grupo de Risco abordará a falência do Pantanal como um todo (Foto: Helton Perez/Vaca Azul)
Grupo de Risco abordará a falência do Pantanal como um todo (Foto: Helton Perez/Vaca Azul)

Teatro ao vivo – A última apresentação de "Guardiões", do Teatral Grupo de Risco, acontece neste sábado (21), às 19h30. O espetáculo, que faz parte do projeto “Para Além do Centro – 31 Anos”, faz uma leitura contemporânea da região pantaneira. Na encenação, os personagens sentem-se em desequilíbrio, assim como todo o ambiente, e enfrentam dificuldades com o novo sistema que se estabelece: o pantaneiro vislumbra a falência do seu mundo. Com direção de Roma Romá e dramaturgia por Lú Bigattão. Entrada gratuita.

O endereço do Espaço Teatral Grupo de Risco fica na rua José Antônio, 2170, Vila Rosa Pires.

“O desenho botânico de Margaret Mee” é o tema da vez (Foto: Divulgação/Sesc MS)
“O desenho botânico de Margaret Mee” é o tema da vez (Foto: Divulgação/Sesc MS)

Oficina artística – A videoaula do Sesc MS (Serviço Social do Comércio) deste sábado (21) começa a partir das 9h, nas redes sociais da instituição. O tema da vez será “O desenho botânico de Margaret Mee”. A artista plástica é a inspiração pelo seu estudo da natureza e da arte de desenhar a flora brasileira o mais fielmente possível. O material recomendado é folha branca A4 Canson, caixa de lápis de cor, lápis para desenhar, borracha macia e alguma plantinha e flor de verdade para servir de referência. Confira pelo perfil no Instagram @sescculturams e também a página no Facebook.

Guto Colato e o trio Cordas de Rua (Foto: Divulgação/FCMS)
Guto Colato e o trio Cordas de Rua (Foto: Divulgação/FCMS)

Som da Concha – O sábado (21), às 18h, recebe o show “Cantinhos do Brasil” com Guto Colato e o trio Cordas de Rua. Um repertório diversificado para que o público passeie pelos ritmos do baião, frevo, bossa nova, samba, choro, choro-canção, forró, toada e valsa-mineira, ou seja, pela música instrumental brasileira. Já às 19h, é a vez do músico Gustavo Vargas subir ao palco com “Um dia após o outro”, apresentando composições autorais de seu álbum  “Era para Ser” lançado em 2014, além de outros autores e participações especiais que percorreram nesses 21 anos de sua carreira.

Toda a programação estará disponível ao vivo e gratuitamente pelo canal do YouTube da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul).

Caminhada de 8 quilômetros recompensa a vista privilegiada (Foto: Divulgação/MS Gov)
Caminhada de 8 quilômetros recompensa a vista privilegiada (Foto: Divulgação/MS Gov)

Morro do Ernesto – Prepare a mochila tênis e a roupa apropriada para se fazer uma trilha e conferir o pôr do sol mais bonito de Campo Grande. A propriedade particular está localizada a 10 km da Capital e abriga o destino de aventura onde um grupo de pessoas pretende subir a parte mais íngreme do morro pela mata fechada – o cenário vale o esforço. Saída às 14h e previsão de chegada às 19h. Por R$ 60. Para participar, basta se inscrever pelo formulário on-line.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário