A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020

08/01/2020 07:37

Há 1 ano, Joanna usa terapia integrativa para se reconectar com o corpo e mente

Ela é educadora física e tem formação em terapia SNT que liga emoções, energia e até a alma e ajuda a solucionar problemas

Alana Portela
Joanna Cruzetta realizando a terapia integrativa de SNT para ajudar a cliente (Foto: Arquivo pessoal)Joanna Cruzetta realizando a terapia integrativa de SNT para ajudar a cliente (Foto: Arquivo pessoal)

Formada em Educação Física, Joanna Cruzetta descobriu que é possível reconectar o corpo com a mente, emoções, energia e até com a alma. Aos 39 anos, ela se tornou terapeuta integrativa SNT (Sistema Nefesh de Terapias) para ajudar as pessoas acharem os problemas que dificultam o dia a dia, e ter iniciativa de enfrentá-los. A ideia é viver da melhor forma, em paz com o ser.

“Somos nosso biológico, neurofisiológico, mental, espiritual e emocional, é todo um complexo. Essa técnica tem ferramentas de outras terapias e é baseado na medicina chinesa, fisioterapia, técnica da terapia Ericksoniana e o barômetro emocional”, explica ela.

A terapia SNT foi criada pela psicóloga Sandra Martinhago, de Maringá, e se tornou conhecida. É baseada em princípios científicos e descobertas da neurociência. É um sistema formado por técnicas multifuncionais complementares que podem ser utilizada na saúde, escola, família, no desenvolvimento emocional, intelectual e no inconsciente espiritual.

“É integrativa porque integra nossos três cérebros, o Reptiliano, Límbico onde está nossas emoções e memórias e o cérebro Neocórtex, que apenas os humanos têm. A gente é o único animal capaz de consultar o passado e o futuro”, diz Joanna.

A terapeuta comenta que a sessão ajuda quem está com problemas a encontrar o causador de tudo. “O cliente fala o que incomoda e vamos buscar a origem. É uma terapia que dá autonomia e mostra outro caminho, e a pessoa faz novas escolhas e isso gera novas conexões neuronais, novas sinapses que transcende o problema”.

Joanna atua com a técnica SNT há um ano, mas trabalha com terapias integrativas há 7, quando conheceu o yoga. “Tive o contato e resolvi ter formação em yoga, e dentro desse universo fui conhecendo outras formas de terapia integrativa, como as massagens terapêuticas que é um método de reeducação dos movimentos”.

Ela ainda teve conhecimento da terapia indiana ayurveda, Aromatouch therapy que é a técnica de aplicação de óleos essenciais e outras. A sessão de SNT acontece uma vez por semana e dura uma hora e meia cada sessão, porém, já nos primeiros três encontros, a pessoa começa a entender os problemas.

“A gente faz a testagem muscular para encontrar onde está o estresse e usamos a técnica do barômetro emocional para desativar esse problema. Se a pessoa tem fobia social, vai sair daquele quadro. Mas, deixo claro que isso é uma terapia complementar e não anula os tratamentos médicos, psiquiátricos e psicológicos”.

O atendimento colabora para que a pessoa tenha responsabilidade em todos os âmbitos e crie equilíbrio, bem-estar e saúde para viver bem.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir para a gente? Manda pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas, Whats do Campo Grande News: 9-9669-9563. 

Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.