A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

17/11/2018 08:14

Guilherme brinca de ser crítico no Instagram avaliando marmitex de Campo Grande

No Instagram, ele dá notas às marmitas que come com referências aos apresentadores do Masterchef

Thaís Pimenta
No Instagram, ele colhe contribuições de pessoas que também vivem de marmitex. (Foto: Reprodução Instagram)No Instagram, ele colhe contribuições de pessoas que também vivem de marmitex. (Foto: Reprodução Instagram)

Consumidor assíduo de "quentinhas", Guilherme Paterlini Araujo dos Santos, de 28 anos, criou algo, até então, inédito, e inaugurou uma ocupação curiosa nos últimos tempos: crítico de marmitex.

No Instagram “Marmitex CG”, Guilherme acabou unindo o útil ao agradável num projeto que, até então, era apenas um desdobramento de seu trabalho em uma start up.

“A startup que eu trabalho mexe justamente com Instagram e, de forma que pudéssemos ter perfis para testar as ferramentas da empresa, todos criaram perfis secundários, fora os nossos pessoais, para termos liberdade de testar neles tudo que quisemos. Muitos criaram perfis humorísticos, eu resolvi ir por esse caminho diferente”, conta.

Desde o início do ano, ele tem publicado as críticas com referências ao talent show Masterchef. As categorias avaliadas são 4: empratamento, tômpero, densidade e investimento.

Críticas são sinceronas e simplonas, assim como as marmitas. (foto; Reprodução)Críticas são sinceronas e simplonas, assim como as marmitas. (foto; Reprodução)

As unidades de medida são referências aos críticos do programa. Para o empratamento, Guilherme criou o termo Carosellas, para linkar com chef Paola Carosella. Já para o “tômpero” – referência ao sotaque do chef franco-brasileira Érick Jacquin- a unidade é uma brincadeira com Jacquin e, finalmente, para a densidade a zoeira fica por conta do Fogaça com o termo “Fogaças”.

A única que se difere das demais é a do investimento, que faz referência a um “meme” político. “Eu tenho usado o termo Golpes, mas creio que daqui pra frente vou precisar atualizar para Bolsos ou Talqueis”, brinca ele, fazendo referência ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

De todas as categorias a mais divertida é a densidade, que significa na verdade o quanto aquela comida pesou no estômago. "Num nível da saladinha até a feijoada", brinca.

E não é só Guilherme quem faz as críticas construtivas às quentinhas. Outros seis amigos e colegas de trabalho, Hugo Binder, Jhony Silvano, Rian Santullo, Pedro Lucas e Bárbara Butkenicius ajudam nessa árdua tarefa que é a crítica de marmitas.

Guilherme é o crítico de marmitas da página. (foto: Paulo Francis)Guilherme é o crítico de marmitas da página. (foto: Paulo Francis)
Instagram é aberto ao público e tem user @marmitexcg (foto: Paulo Francis)Instagram é aberto ao público e tem user @marmitexcg (foto: Paulo Francis)

Até então, ele optou por não nomear os restaurantes e marmitarias que são criticados, o que compromete bastante a informação para quem lê. Mas como a ideia vingou no quesito originalidade, é bem possível que na segunda fase do Mamitex CG, o digital influencer mude o esquema e tenha uma fonte de renda extra.

"Esse passo eu ainda não dei, mas penso que a página seria ideal  para 'vender' publicidade", avalia ele, pensando em dar uma importância maior ao projeto..

Por enquanto, cerca de 5 locais foram avaliados pelos exclusivos critérios de Guilherme e já são 21 mil seguidores.

Sem se considerar um exímio cozinheiro, Guilherme diz que "depois de tantas temporadas de Masterchef também chega a hora que dá vontade de começar a se arriscar na cozinha". Hoje ele se considera "o doido" dos risotos e tem convidado os amigos para jantar o prato em sua casa.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.