A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

31/08/2011 13:30

Lousa digital do Senai de MS é exposta na sede da CNI em Brasília

Edmir Conceição
Supervisor Marcelo Zinsly (CetecSenai Corumbá) explica projeto aos presidentes Robson Braga (CNI) e Sérgio Longen (Fiems) e o diretor Jaime Verruck (Fiems)Supervisor Marcelo Zinsly (CetecSenai Corumbá) explica projeto aos presidentes Robson Braga (CNI) e Sérgio Longen (Fiems) e o diretor Jaime Verruck (Fiems)

O Projeto Lousa Digital de Baixo Custo, desenvolvido pelo CetecSenai Corumbá e contemplado no PITE (Programa de Inovação com Tecnologias Educacionais) do Senai Nacional no ano passado, é um dos trabalhos da Exposição de Educação Sesi e Senai, que está sendo realizada na sede da CNI (Confederação Nacional da Indústria), em Brasília (DF), durante a reunião mensal da Diretoria do Sistema Indústria. Por meio do PITE, o Senai Nacional financia e apoia projetos de inovação em tecnologias da informação e comunicação.

Na tarde de ontem (30/08), o presidente da CNI, Robson Braga, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o diretor-corporativo da Fiems e diretor-regional do Senai, Jaime Verrcuk, conheceram as vantagens da Lousa Digital de Baixo Custo apresentadas pelo supervisor de educação e tecnologia do CetecSenai Corumbá, Marcelo Alexandre Zinsly. Ele explicou aos diretores que o projeto foi idealizado em setembro do ano passado por Rafael Verão Françozo, funcionário do CetecSenai Corumbá, para levar tecnologia às salas de aulas das unidades do Senai em Mato Grosso do Sul.

Marcelo Zinsly explicou que a lousa digital de baixo custo é fruto do desafio feito ao instrutor Rafael Fançozo pelos alunos dos cursos da modalidade de aprendizagem industrial. “Eles questionaram o professor que, em pleno século 21, os professores ainda utilizavam o quadro negro para ministrar a aulas”, recordou, acrescentando que os principais ganhos da Lousa Digital de Baixo Custo são a interatividade, a inovação no ensino, o ganho de tempo, a maior concentração, as video-aulas e o registro das aulas.

Para os presidentes Robson Braga e Sérgio Longen, além de ser muito interessante, o projeto tem baixo custo, podendo ser utilizado em larga escala pelas unidades do Sesi e Senai, bem como de outras instituições de ensino. “A Lousa Digital de Baixo Custo também é de fácil transporte e não requer uma superfície especial”, destacou o presidente da Fiems após as explicações feitas pelo supervisor de educação e tecnologia do CetecSenai Corumbá.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions