ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 19º

Meio Ambiente

Clima prejudica plantações e colheita do milho é 40% abaixo do esperado

Expectativa era colher mais de 9 milhões de toneladas nessa safra com o aumento de áreas plantadas

Por Mirian Machado | 22/09/2021 13:36
Plantação milho sofreu com clima e colheita é 40% abaixo do esperado. (Foto: Divulgação/Semagro)
Plantação milho sofreu com clima e colheita é 40% abaixo do esperado. (Foto: Divulgação/Semagro)

Faltando pouco mais de 1% das lavouras para finalizar a colheita da safra de milho 2020/2021, dados comprovam que a estimativa é que se colham 6,285 milhões de toneladas de milho, conforme o Boletim 425 do Projeto SIGA MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio).

Segundo a Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), a expectativa era que o estado colhesse mais de 9 milhões de toneladas nessa safra, tendo como base o aumento da área plantada, de 1,895 milhão de hectares para 2,003 milhões em um ano, com possibilidade de colher até 100 sacas por hectare.

O volume indicado até agora representa 40,8% a menos do que era esperado e o principal motivo é o clima. Chuva de granizo e estiagem na fase de maturação da planta atingiu as lavouras e isso reduziu de forma brusca a produtividade, que deve ficar em média de 52 sacas por hectare.

Em maio, por exemplo, a chuva de granizo afetou 6.890 hectares em Naviraí, 600 hectares em Amambai e 50 em Coronel Sapucaia. Nesses locais, o prejuízo foi a perda total da área plantada, conforme constatado pelos técnicos do Siga MS.

As regiões Oeste, Centro, Sul e Sudeste possuem as piores condições das lavouras e juntas, representam mais da metade da área plantada do estado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário