ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Ibama autoriza contratação de brigada contra incêndio em 3 municípios de MS

Portaria autoriza contratação de parte do contingente federal que será formado por 95 brigadistas em MS

Por Silvia Frias | 13/05/2021 07:53
Queimadas em 2019 e 2020 atingiram a região do Pantanal em MT e MS (Foto/Arquivo)
Queimadas em 2019 e 2020 atingiram a região do Pantanal em MT e MS (Foto/Arquivo)

Três municípios de Mato Grosso do Sul foram autorizados a contratar brigada federal temporária para     prevenção e combate a incêndios florestais. Esta contratação faz parte do grupo total de 95 que irá atuar no Estado para tentar conter o avanço do fogo no período de estiagem.

No dia 4 de maio, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) publicou a autorização para contratação de 1.659 integrantes de equipe de brigadistas que irão atuar este ano, no Brasil, em contrato temporário, de julho a dezembro.

A portaria de hoje discrimina alguns municípios no País e o quantitativo da equipe destinada a eles. No caso de MS, a primeira leva contempla Porto Murtinho, Aquidauana e Corumbá, regiões castigadas pelos incêndios nos anos de 2019 e 2020.

Pela portaria, Porto Murtinho e Aquidauana terão duas brigadas cada, contendo 1 chefe de brigada, 2 chefes de esquadrão e 12 brigadistas para prevenção e combate a incêndios florestais.

Para Corumbá, foi autorizada a contratação de 2 brigadistas chefe, 4 chefes de esquadrão e 24 brigadistas para combate direto a incêndios. Para Porto Murtinho, está autorizada a contratação de agente de manejo integrado do fogo e para o Estado, a de 2 supervisores estaduais em apoio às coordenações estaduais.

A seleção de áreas críticas foi feita pelo Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais - Prevfogo, que envolvem critérios técnicos como as detecções de focos de calor registrados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, no período de 2013 a 2020, a presença de unidades de conservação federais, de terras indígenas e de projetos de assentamento rurais e a cobertura de remanescentes florestais;

O Centro Especializado Prevfogo responsável pela seleção, contratação, administração e gerenciamento das atividades das brigadas

Equipe - Em Mato Grosso do Sul, segundo o coordenador do Prevfogo em MS, Márcio Yule, serão 30 brigadistas para apoio nos trabalhos em Corumbá e 60, divididos em 4 equipes nas aldeias indígenas de Alves Barros e São João (kadiwéu) e Limão Verde e Taunay-Ipeque (terena). Serão equipes formadas por 15 pessoas, além de mais 3 agentes de manejo integrado de fogo destinados para a TI Alves de Barros.

Além dos grupos de trabalho direto, MS terá ainda mais dois supervisores sediados em Campo Grande e Corumbá, totalizando os 95 para o Estado.



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário