ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  29    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

MS terá dois estandes na COP 26, a conferência mais importante do clima

Em Glasgow, na Escócia, secretário de Estado de Meio Ambiente, Jaime Verruck espera ser ouvido

Por Gabriela Couto | 26/10/2021 12:50
Secretário de Estado de Meio Ambiente, Jaime Verruck, estará na COP26 representando Mato Grosso do Sul. (Foto: Instagram)
Secretário de Estado de Meio Ambiente, Jaime Verruck, estará na COP26 representando Mato Grosso do Sul. (Foto: Instagram)

A poucos dias para a conferência mais importante do clima do mundo, a COP26  (26ª Conferência das Nações Unidas para a Mudança do Clima), em Glasgow, na Escócia, o Mato Grosso do Sul confirmou mais um espaço dentro da feira. Agora, serão dois estandes para expor o Estado dentro do evento, que irá discutir novos compromissos para mitigar as mudanças climáticas. A COP26 acontece entre os dias 31 de outubro e 12 de novembro.

Placas de energia solar que fazem parte do projeto Ilumina Pantanal. (Foto Assessoria Energisa)
Placas de energia solar que fazem parte do projeto Ilumina Pantanal. (Foto Assessoria Energisa)

"Fomos convidados para mostrar o projeto do governo de garantir carbono neutro até 2030. E ontem nos chamaram para levar o Ilumina Pantanal, o maior projeto de iluminação para áreas de difícil acesso. Vamos aproveitar para mostrar nossa carne sustentável e orgânica no bioma e como estruturamos toda a política pública para cumprir as metas. A própria ferrovia permite mitigar isso. Janeiro ou fevereiro termina o estudo técnico e no segundo semestre, vamos fazer a relicitação da malha ferroviária", conta Jaime Verruck.

A expectativa do secretário Jaime Verruck é ao menos ser escutado pelos participantes. Durante o discurso feito no evento em Corumbá, nesta terça-feira (26), que marcou a inauguração do primeiro Hospital Veterinário de campanha do país, ele destacou a chance do Brasil e do Estado ser visto com novos olhos.

"Vamos chegar lá e sermos muito criticados. Mas só sairemos de lá criticados se não quiserem nos ouvir. Se quiserem nos ouvir, vamos sair muito bem. Tanto Brasil e o Mato Grosso do Sul estarão muito bem posicionados, porque estamos fazendo muito para reduzir a temperatura do Planeta. Vamos sair de lá de cabeça erguida para mostrar que o Brasil tem foco muito grande em crescimento verde e na preservação ambiental", destacou.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, destacou que o Brasil tem a missão de mostrar na COP26, que cuida e preserva a biodiversidade. O próprio hospital inaugurado hoje, que integra o Programa Resgate+, vem para corroborar isso. “Este é o primeiro de muitos hospitais de campanha que teremos, é importante que ele tenha vindo para o bioma mais bonito do País, que é o Pantanal, e que tem grande importância para a biodiversidade nacional”, conclui.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário