A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

23/08/2011 22:03

André diz que Dagoberto ofereceu apoio e reafirma que PMDB terá candidato

Fabiano Arruda
Puccinelli participou de evento da prefeitura na noite desta terça-feira. (Foto: João Garrigó)Puccinelli participou de evento da prefeitura na noite desta terça-feira. (Foto: João Garrigó)

Durante evento nesta noite no Golden Class, em Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) comentou uma possível aliança entre PDT e PMDB. Ele garantiu que o ex-deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT) ofereceu apoio.

“O Dagoberto que nos ofereceu apoio. O ministro (Carlos Lupi) pediu. Nós teremos candidato próprio (à prefeitura de Campo Grande)”, argumentou Puccinelli para dizer que aceita o apoio pedetista, mas que o PMDB não fará o contrário.

A possível união entre as legendas, que foram rivais na disputa do ano passado, gerou discussões acaloradas nesta terça-feira entre vereadores e deputados estaduais.

A polêmica foi iniciada no encontro do PDT realizado em Campo Grande, na sexta-feira, quando André Puccinelli se dispôs a participar do evento que contava com a presença do ministro do Trabalho Carlos Lupi.

Segundo o vereador Paulo Pedra, que esteve no ato, a ocasião serviu para selar a paz entre Puccinelli e o PDT, que foram adversários ferrenhos na eleição que reelegeu o governador.

“O governador se mostrou muito aberto em conversar sobre alianças. Política se faz conversando e a eleição do ano passado acabou. É preciso olhar para frente. Concordamos em analisar as pesquisas no ano que vem sobre os melhores nomes”, afirmou, na sexta-feira, quando o ex-deputado federal Dagoberto Nogueira foi confirmado como pré-candidato pedetista à prefeitura da Capital no ano que vem.



com relação ao Sr. Dagoberto, eu acho que é aquele velho chavão "já que não pode vence-lo, junte-se a ele".
 
ALENCAR RIBEIRO ORTIZ em 24/08/2011 07:37:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions