ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUARTA  18    CAMPO GRANDE 

Política

André reclama que estão falando bobagem sobre eleição

Por Redação | 18/05/2010 10:46

No centro das especulações sobre qual presidenciável vai apoiar, o governador André Puccinelli (PMDB) reclamou hoje que estão falando em seu nome, sem autorização. "Tem muita gente falando por mim e dizendo cada bobagem", disparou.

Puccinelli promete declarar até o fim de maio se vai apoiar a pré-candidata Dilma Roussef (PT) ou o tucano José Serra. Puccinelli frisou que não se reuniu com o presidente estadual do PMDB, Esacheu Nascimento, e nem com deputado federal Michel Temer (PMDB), provável vice na chapa de Dilma Roussef. Esacheu repassou a Temer a informação de que o PMDB do Estado tem a tendência de apoiar Serra.

"Não elucubramos sobre hipóteses. O partido tem que reunir integrantes, os prefeitos, deputados federais, deputados estaduais, o senador Valter Pereira, caso ele permaneça no partido. Em conjunto definiremos o nosso destino. Eu vou ser voz atuante, mas poderei ser vencido no voto, eventualmente", afirmou após assinar autorização de obras, no auditório da Governadoria.

Na discussão em conjunto, também será avaliada a possibilidade de peemedebistas ser liberados para apoiar o presidenciável que não receba apoio do governador.

"Tomaremos definições, liberamos, não liberamos, a idéia é de tomar a decisão em conjunto". O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), que deve ser um dos coordenadores da campanha de Puccinelli, já manifestou apoio a petista Dilma Roussef.

Dilma ou Serra

Nos siga no Google Notícias