A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/04/2016 12:43

Após ‘aparição’ na votação de impeachment, André visita Assembleia

Ex-governador conversou com deputados sobre ida a Brasília e eleições deste ano

Mayara Bueno e Leonardo Rocha
Deputado Eduardo Rocha, líder do PMDB na Assembleia de MS. (Foto: Arquivo)Deputado Eduardo Rocha, líder do PMDB na Assembleia de MS. (Foto: Arquivo)

Depois de aparecer em rede nacional durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff (PT), no domingo (17), o ex-governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), foi a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul conversar com alguns deputados nesta terça-feira (19).

A ida foi rápida e André não conversou com a imprensa. Mas os três parlamentares procurados por ele disseram que a conversa foi sobre política no interior do Estado e em Campo Grande, além do resumo da visita de Puccinelli a Brasília.
Segundo o deputado Marcio Fernandes (PMDB), o ex-governador comentou que visitou a capital federal para acompanhar a votação, mas também conversar com a bancada do PMDB.

Líder do partido na Assembleia, Eduardo Rocha disse que Puccinelli falou sobre o encontro que teve com o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), e estaria empolgado com um eventual governo do partido.

Por parte de Rocha, a torcida é para, caso Temer se consolide presidente, um nome de Mato Grosso do Sul faça parte do quadro. “Quem sabe o deputado federal Carlos Marun ou até o senador Moka assuma um ministério”, disse, afirmando que não há nada definido, apenas vontade.
O deputado Zé Teixeira (DEM) também conversou com André, mas o assunto foi a pescaria e cumprimentos.

Embora não tenham falado sobre, os deputados peemedebistas voltaram a dizer que continuarão “importunando o ex-governador” para ele se candidata a prefeito na Capital. Puccinelli, por sua vez, reiterou inúmeras vezes não ter a intenção no pleito deste ano.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions