A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Março de 2019

02/02/2019 08:40

Após mesa diretora, deputados focam na disputa pelas comissões

A partir da semana que vem o foco será a disputa por vagas nas comissões permanentes

Leonardo Rocha
Deputados estaduais durante solenidade de posse na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados estaduais durante solenidade de posse na Assembleia (Foto: Assessoria/ALMS)

Com a definição da nova mesa diretora da Assembleia, os deputados agora se concentram na disputa pelas comissões do legislativo, que vão ser definidas a partir da semana que vem. Os parlamentares farão as articulações dentro dos partidos e nos grupos políticos, porém já adiantam suas respectivas preferências. A mais requisitada é a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação).

Para fazer parte das comissões, as indicações são de acordo com o tamanho das bancadas partidárias. Quem tem mais integrantes, terá mais representantes. Em uma Assembleia “fragmentada”, com deputados de 13 partidos diferentes, a tendência é a formação de grupos e blocos políticos, para que todos possam buscar espaço.

A concorrência maior é pela CCJR, considerada a comissão mais importante da Assembleia. Todos os projetos que entram no legislativo precisam passar por ela, já que os integrantes avaliam a legalidade das matérias, antes que elas sigam ao plenário. Se tiver cinco votos contrários, a proposta pode ser arquivada no local.

Alguns deputados já demonstraram interesse em participar da comissão (CCJR), como o novato João Henrique Catan (PR), Lídio Lopes (Patri), que fez parte do grupo nas últimas legislaturas. Já José Carlos Barbosa (DEM) presidiu a comissão no último mandato, e pode ser novamente indicado ao grupo.

Deputado Carlos Alberto David (PSL) adiantou que prefere comissão de segurança pública (Foto: Assessoria/ALMS)Deputado Carlos Alberto David (PSL) adiantou que prefere comissão de segurança pública (Foto: Assessoria/ALMS)

Atuações – Retornando para Assembleia, o deputado Carlos Alberto David (PSL) adiantou que pretende buscar espaço na Comissão de Segurança Pública, que é uma das suas principais áreas de atuação. Como experiência, além da carreira feita no setor, também comandou a Polícia Militar, na gestão do ex-governador André Puccinelli (MDB).

“A segurança pública sempre será uma das minhas prioridades, até por ter experiência na área e ser uma preocupação constante da população”, disse David. Já Herculano Borges (SD) disse que pretende buscar vaga e atuação nas comissões de educação e esporte, que já são áreas de destaque no seu mandato.

Jamilson Name (PDT) quer conversar com os pares antes de definir as comissões, porém também adiantou preferência pela área de política social. Felipe Orro (PSDB), que segue para o terceiro mandato, está de olho nas comissões de saúde e direito do consumidor.

Já Lucas de Lima (SD) quer manter na Assembleia, o trabalho que era desenvolvido na Câmara Municipal de Campo Grande. Entre as comissões que está interessado está a de Turismo e de Agricultura Familiar.

Renato Câmara (MDB) quer discutir com sua base antes de buscar vagas nas comissões, no entanto ponderou que pretende continuar o trabalho em algumas frentes parlamentares, como da regularização fundiária e defesa dos direitos dos idosos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions