A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

26/06/2019 08:31

Após um ano, deputados vão votar proibição a canudos plásticos

Projeto polêmico proíbe a entrega de canudos plásticos em restaurantes e bares do Estado

Leonardo Rocha
Deputados João Henrique Catan (PR), Pedro Kemp (PT), autor do projeto, ao lado de Neno Razuk (PTB), Evander Vendramini (PP) e Lucas de Lima (SD), durante sessão  (Foto: Luciana Nassar/ALMS)Deputados João Henrique Catan (PR), Pedro Kemp (PT), autor do projeto, ao lado de Neno Razuk (PTB), Evander Vendramini (PP) e Lucas de Lima (SD), durante sessão (Foto: Luciana Nassar/ALMS)

Após um ano com o projeto parado na Assembleia, os deputados vão votar hoje (26), durante a sessão, o projeto que proíbe a entrega de canudos plásticos em restaurantes, bares, hotéis, padarias, conveniências e clubes. A proposta não restringe a comercialização, apenas a entrega aos consumidores.

O projeto de Pero Kemp (PT), apresentado em junho de 2018, sofreu bastante resistência do setor empresarial, que teceu críticas à proibição de canudos, principalmente quem trabalha com a venda do produto. Restou ao autor articular junto com os colegas e até aceitar eventuais mudanças.

A proposta até passou em primeira votação, mas não entrou no final do ano para sua análise em definitivo. Durante este ano sofreu uma emenda de Felipe Orro (PSDB), que amplia de 30 dias para 12 meses, o prazo para as empresas se adequarem às medidas. A ideia foi aceita pelo autor, que está disposto a fazer mudanças no texto.

A intenção da matéria é substituir os canudos plásticos, por materiais itens biodegradáveis, que não prejudiquem o meio ambiente. Ela (proposta) não atinge a fabricação destes produtos, apenas a entrega nos bares, restaurantes e padarias. Quem descumprir a medida pode pagar multa de $ 5.266,00 a R$ 10.532,00.

Esta proibição já foi definida na cidade de Corumbá, que fica a 419 km da Capital, por meio de lei municipal, sendo inclusive a primeira a tomar a medida no Estado. Outro projeto também chegou à Assembleia, que proíbe estabelecimentos comerciais e repartições públicas a oferecer os canudinhos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions